Corinthians e Palmeiras são alvos do STJD

corinthians

O clássico de domingo entre Corinthians e Palmeiras no Itaquerão, ainda está rendendo assunto. Ambos os clubes estão na mira do Superior Tribunal de Justiça Desportiva por causa das 258 cadeiras quebradas pela torcida palmeirense.

De acordo com o STJD, as equipes não evitaram o vandalismo na arena e infringiram a lei 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Ainda no domingo depois do jogo, alguns palmeirenses chegaram a ironizar a atitude falando: “Bota na conta do Nobre”, já que estava acertado que se a torcida alviverde quebrasse algo no estádio, o Palmeiras iria arcar com a dívida.

O verdão fez uma vistoria na Arena Corinthians, e viu que o prejuízo foi de R$ 45 mil reais. O clube já pagou o estrago e disse que vai rever as imagens das câmeras de segurança para pedir ressarcimento aos vândalos. A pena pode custar até 10 jogos longe de seus estádios e mais R$ 100 mil de multa.



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.