Carlos Eduardo faz duras críticas ao Flamengo

O meia Carlos Eduardo, que passou recentemente pelo Flamengo, não guarda boas lembranças do clube. Em entrevista ao site da Fox Sports, o jogador que atualmente está no Rubin Kazan, da Rússia, fez uma série de críticas à gestão do futebol rubro-negro e à maneira como Jayme de Almeida e André Santos foram tratados. Carlos Eduardo chegou ao rubro-negro em janeiro de 2013, emprestado pelo clube russo.

“Claro que é chata a situação como o Jayme saiu e, agora, o André Santos. O torcedor tem todo o direito de cobrar, já que paga ingresso. Mas não pode chegar ao ponto de agressão. Isso mancha o clube, que fica mal visto perante todos. Aqui na Rússia falaram disso. Sofri uma pressão muito forte e, muitas vezes, exagerada. Daqui a alguns anos, ninguém mais vai querer jogar no Flamengo”, disparou.

Carlos Eduardo criticou ainda a intromissão no futebol do clube. “São muitas pessoas se metendo no futebol. É muita gente dando opinião. Vaza contrato, quanto jogador ganha e muita coisa que não tinha que sair”, afirmou.

“Não fui bem e tenho ciência disso”

O meia, que descartou uma possível volta ao Flamengo no futuro, reconheceu que seu desempenho esteve abaixo do esperado, mas destacou os resultados alcançados.

“Não fui bem. Tenho ciência disso. Ganhei uma Copa do Brasil como titular e um Carioca. Mas acho que, se a torcida me apoiasse desde o começo, poderia ter sido diferente. Antes dos jogos, já ouvia xingamentos e uma pressão grande. Isso me atrapalhou” – disse.

O Flamengo enfrenta o Botafogo domingo, na reestreia de Vanderlei Luxemburgo à frente da equipe. O técnico comandou o primeiro treino nesta quinta-feira, no Ninho do Urubu. Na entrevista após a atividade, Luxemburgo disse que “O Flamengo não é um convite, é uma convocação”.

Crédito da foto: Divulgação



a