Após campanha histórica, treinador não continuará na Costa Rica

seleção
Getty Images

O colombiano Jorge Luis Pinto, que levou a Costa Rica ao maior momento futebolístico de sua história ao chegar às quartas de final da Copa do Mundo, anunciou que não seguirá no comando da seleção e aproveitou para explicar a decisão.

“Agora vou falar das razões de minha saída. Andam falando isto e aquilo. Não tenho nenhum problema com a direção nem com o corpo técnico. Apenas não encontramos um ponto de equilíbrio”, disse o treinador em entrevista coletiva.

Sob o comando do colombiano, foram 50 partidas, com 22 vitórias, 14 empates e 14 derrotas, o que resultou em um aproveitamento de 53,3%, em dois anos e nove meses de trabalho.

Esta foi a segunda passagem de Jorge Luis Pinto pela seleção costa-riquenha. Na primeira oportunidade, em 2005, o treinador não teve um bom desempenho e acabou sendo demitido após alguns resultados negativos.

Crédito da foto: Getty Images



Jornalista com passagens pela Rádio K (Goiânia) e sites Portal MF e PlanetaSportivo. Atualmente é Apresentador e Comentarista da Rádio RDG Esportes (www.rdgesportes.com.br) e editor de esportes do Jornal O Regional.