A volta de Willian acirra disputa no ataque do Cruzeiro

Getty Images

O líder do Brasileiro e dono do ataque mais positivo da competição não para de melhorar seu poder de fogo. Desta feita, o reforço veio de dentro do próprio elenco. A manutenção do atacante Willian no plantel é a mostra de que a diretoria do Cruzeiro está trabalhando de verdade para conquista do tetracampeonato, segundo consecutivo.

Esta contratação, ou manutenção, do atacante acirra ainda mais a disputa por uma vaga de velocista no ataque celeste. O dono da posição atualmente é o recém chegado Marquinhos, que fez três jogos pelo clube e encantou o técnico Marcelo Oliveira. Correndo por fora temos, além de Willian, Dagoberto e o jovem Alisson.

O Cruzeiro conta ainda com Marcelo Moreno e Borges como centroavantes da equipe. Agora cabe aos jogadores correr atrás da posição e ao técnico resolver essa dor de cabeça. Ótima dor de cabeça, não é mesmo?

Números

Desde que chegou ao cruzeiro, Willian fez 56 jogos, marcou 13 gols e deu 14 assistências, números que impressionam por seu um jogador reserva e fazem valer a pena os 3,5 milhões de euros pagos pela diretoria celeste ao Metalist da Ucrânia.

Além de ídolo da torcida o “do bigode”, como é chamado pela imprensa, é daqueles atacantes enche os olhos de qualquer torcedor. Willian consegue alinhar raça e técnica o que faz com que o torcedor se apaixone pelo seu jeito de jogar.

Crédito da foto: Getty Images



Jornalista, amante do futebol e do Cruzeiro. Editor do Jornal a Voz.