Relembre dez feitos de Ronaldinho Gaúcho no Atlético-MG

É, torcida atleticana…

Lá se vai a Era Ronaldinho no Galão da Massa! Foram dois anos de parceria e glórias. O Atlético-MG é um antes dele e outro depois. Inclusive, proponho que dividamos a história do time em a/R10 e d/R10: antes de Ronaldinho e Depois de Ronaldinho. Acho que Cristo abriria essa “licença poética”.

Em forma de homenagem, separei 10 feitos marcantes que demonstram que Ronaldinho é o mais mineiro dos gaúchos e que, se não é de fato um cidadão da cidade de Belo Horizonte, já é um cidadão da Cidade do Galo. Sem dúvida é.

1- Levar o Atlético à disputar, de fato, um título de expressão. Sua chegada ao time em 2012 foi, com certeza, o motor que levou o time a ter quase quebrado o tabu de 41 anos sem grandes conquistas;

2- Fez esse golaço, contra o Cruzeiro:

3- E também deu essa assistência sagaz. Jogada genial, histórica, malandra, copera y peleadora, contra o São Paulo:

4 – Fez também outro gol importante contra o Cruzeiro, na final do Campeonato Mineiro de 2013, nos dando, assim, o título;

5 – Ajudou muito na conquista da Libertadores do ano passado;

6 – Colocou, dessa forma, o Atlético-MG no mapa do futebol sul-americano;

7 – Fez um lindo gol de falta contra o Raja Casablanca, no Mundial, e nos manteve vivos na partida. O final foi catastrófico, mas aquele momento foi lindo.

8 – Comemorou muito, vibrou muito, viveu intensamente cada momento. Sambou, sorriu, fez hang loose, bateu peito com peito em cada gol marcado. Incorporou o espírito do Galo Doido!

9 – Provou do legítimo “pão de queijo” mineiro. Na piscina da sua casa. No melhor estilo rapper americano. E por fim;

10 – Fechou com chave de ouro sua passagem com a conquista dramática da Copa Sul-Americana que, se não contou com sua participação efetiva, contou com sua presença de espírito e isso, por si só, já foi suficiente.

Obrigado por tudo, Ronaldinho.

Você mudou a história do Galo.

Vá em paz, tranquilo e consciente de que és um ídolo eterno, da estirpe de Reinaldo e Dadá Maravilha. Sinta-se honrado.

A massa se sente.



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...