‘A volta dos que não foram’ no Corinthians

Parece um título meio estranho, piada? Mas não é, pois é exatamente assim que alguns torcedores estão sentindo essa nova fase do Corinthians. Após a recontratação de Mano Meneses que, passou por Seleção Brasileira e Flamengo antes de retomar o comando do alvinegro paulista, o membro da nação encara a reformulação da equipe como uma retomada de trabalho que ficou adormecido há alguns anos, onde velhos nomes que jamais deixaram o coração e a mente do torcedor, parecem ter seu retorno mais do que certo. Os casos de Mano Meneses e Elias refletem bem essa “nova” proposta corintiana.

Outro que aguarda, mas que parece já estar apalavrado é o volante Cristian que hoje, é um dos principais jogadores do Fernebahce da Turquia. Para completar a lista de jogadores que fazem falta ao torcedor que em seus maiores devaneios anseia recuperar o certo prestígio de ser temido pelos adversários, existem nomes como Willian (atualmente no Cruzeiro), Alex (Internacional); talvez Dentinho e Jorge Henrique além de claro – VOLTA LOGO – o amuleto Paulinho.

DESTAQUES
Com Mano, Corinthians aposta no passado para triunfar no futuro
Clássicos prometem esquentar o domingo do Brasileirão

Mas, voltando ao assunto da reformulação, Mano Meneses trás de volta à mente do torcedor, a esperança dos tempos áureos vividos por ele mesmo no comando do Corinthians entre os anos de 2008 e 2011, onde seus comandados ressurgiram como o mito da Fenix, deixando e conquistando o título da Série B – Sim, a Série B é um título – e abrindo o “Mar Vermelho em busca da Terra Prometida” que logo se concretizou. Com boa parte de “apostas” feitas por Mano, Tite conquistou a tão sonhada Libertadores da América – de forma invicta –  e o Mundial de Clubes da Fifa, o Bi-campeonato.

Hoje, o Timão enfrente um momento de acertos e de pouca estabilidade, buscando enfim encontrar algo que faça deste time, de poucos badalados como estava acostumado o torcedor, fazer com que essa nação de mais de 30 milhões de familiares sinta-se feliz ao ver seu Corinthians entrar em campo.

Fotos: Maurício Val/VIPCOMM