Você sabia que o Pelé já foi corintiano?

Maior jogador da história do futebol mundial com a camisa do Santos, Pelé não torcia para o time na infância, mas sim para um arquirrival. Acredita? Ele torcia para o Corinthians.

Revirando os arquivos da Folha de S. Paulo para escrever um livro sobre o Santos, achei uma declaração do Dondinho, pai de Pelé, em que ele aborda justamente este tema. Reparem que Dondinho enrola, mas admite que a família toda era corintiana.

“Bom, me fazem sempre uma pergunta: é verdade que o Pelé era corintiano? Eu respondo: faz tanto tempo que o Pelé está no Santos, ele foi para lá deste tamanho, agora é um jogador maduro, já é pai da Kelly, já fez 29 anos, a camisa que ele usa é a do Santos, quando não é a da seleção, pode alguém amar outra bandeira? Isso é o que eu sei responder. Agora quando insistem, eu não nego: fui corintiano sim, e toda a família era corintiana. Aliás, vou até contar uma coisa: quando o Waldemar disse que ia levar o garoto para treinar num clube grande, se desculpou: escuta, Dondinho, o menino não vai para o teu clube. Ele vai é para o Santos”.

Pelé era corintiano, mas virou santista e aprendeu a jogar bem contra o time que torcia. Foi contra ele que o Corinthians ficou sem ganhar durante 22 partidas e 11 anos, de 1957 a 1968.

Crédito da foto: Vipcomm



Jornalista de esportes desde 2005, com passagem pelo UOL e Terra. Editor de comunidades do Torcedores.com e blogueiro do renanprates.com