Veja por que a Bélgica pode surpreender na Copa

Bélgica
Muita gente estranhou quando a Bélgica foi anunciada como uma das oito cabeças de chave da Copa 2014, mas a pouco badalada seleção europeia pode fazer história no Mundial do Brasil. Duvida? Então veja uma série de motivos para acreditar na zebra vermelha.

Semifinalista de 1986, quando foi eliminada pela Argentina de Diego Maradona, a Bélgica ficou ausente dos dois últimos Mundiais, mas vem ao Brasil empolgada pela irretocável campanha nas eliminatórias para o Mundial.A equipe terminou a competição invicta, com apenas um empate em 11 partidas disputadas, é uma pequena amostra do que está por vir. Argélia, Rússia e Coreia do Sul, rivais do Grupo H, que se cuidem.

DESTAQUES
Nova namorada de Neymar está de malas prontas para a Espanha
Opinião: Pelé perdeu a chance de ficar calado

A Bélgica com uma geração de jovens talentos, quase todos protagonistas nos clubes onde atuam. O primeiro nome a ser destacado entre os novos craques do país é o goleiro Courtois, do Chelsea, e que está brilhando em seu empréstimo ao Atlético de Madri.

Também do Chelsea, e brilhante tanto na criação das jogadas quanto na chegada ao ataque, é Eden Hazard, O jogador é, sem dúvida, um dos candidatos ao posto de craque da Copa e, em seu clube, deixa o nosso maestro, Oscar, algumas vezes no banco de reservas.

Os zagueiros Kompany, do Manchester City, e Van Buyten, do Bayern de Munique, junto dos meias Defour, do Porto, Fellaini, do Manchester United, e Witsel, do Zenit, engrossam o time de talentos, que ainda conta com Lukaku e Mirallas, ambos do Everton.

A Bélgica poderia chegar ainda mais forte, mas o conjunto sofreu algumas baixas para a Bruxa das Lesões: Benteke, do Aston Villa, e Koen Casteels, goleiro do Hoffenhein. De qualquer forma, vale ficar de olho nos cabeças de chave do Grupo H.



Redação do Torcedores.com