Flamengo: Vale a pena ser tão exposto pelo Felipe?

Flamengo

Felipe voltou a ser manchete no Flamengo. O goleiro faltou ao treino desta sexta-feira, irritou a diretoria rubro-negra e pode desfalcar o time diante do Santos, domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

Instável dentro de campo, Felipe tem atormentado treinadores e dirigentes desde os tempos de Vitória-BA, agremiação que o revelou. No Corinthians, clube que o projetou nacionalmente, o camisa 1, que disputou 193 jogos e conquistou os títulos da Série B (2008), Campeonato Paulista e Copa do Brasil (ambos em 2009), deixou o Parque São Jorge sob críticas e vaias da Fiel.

Acusado de mercenário, foi insultado pelos antigos torcedores no último encontro das equipes, pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro deste ano. “É igual a casamento. Agora, que não estou mais aqui, sou xingado. Se estão falando de mim, é porque ainda sentem alguma coisa”, declarou após a derrota do seu time por 2 x 0.

O goleiro começou a ser perseguido pela Fiel quando o antigo presidente, Andrés Sanchez, “deixou escapar” que o jogador exigiu aumento salarial mesmo após a queda da equipe para a Série B do Brasileirão, em 2007.

Sem clima, Felipe negociou então a sua transferência para o Genoa, mas não chegou a um acordo com o clube italiano. Na sequencia, acertou a sua ida para o Braga, de Portugal, time que defendeu até ser contratado pelo Flamengo, em dezembro de 2010.

Felipe foi um pedido do então técnico rubro-negro, Vanderlei Luxemburgo. O goleiro veio para a vaga de Bruno, acusado pelo desaparecimento da modelo Eliza Samudio.

Este ano, Felipe já protagonizou um chato episódio, ao declarar que “ganhar roubado é mais gostoso”. O atleta comemorava o título carioca deste ano quando perguntado a respeito do gol irregular do volante Márcio Araújo no clássico contra o Vasco. Felipe podia pegar um gancho de até 720 dias de suspensão, mas foi absolvido por maioria dos votos.

A casa do seu primo, porém, foi pichada um dia após a partida. E o recado foi bastante claro: “Felipe, seu FDP. Você vai morrer. FJV”. FJV seriam as iniciais de Força Jovem do Vasco.

Ou seja, vale a pena um time de tanta tradição como o Flamengo ser exposto por causa do comportamento do seu goleiro? Felipe, além das confusões fora de campo, tem falhado muito dentro dele. O jogador teve a sua atuação questionada contra Fluminense e Bahia, e parece não contar mais com o apoio dos flamenguistas.

Caso não enfrente o Santos, o reserva Paulo Victor pode ficar com a vaga. Talvez seja melhor para o Flamengo.

Crédito: Divulgação



Jornalista.