Robinho no Flamengo só sairá do papel com investidores

O técnico Ney Franco sonha contar com Robinho como grande estrela rubro-negra para a sequência do Campeonato Brasileiro após a parada para a Copa do Mundo, mas a vinda do jogador para o Flamengo depende de um fator bastante importante: o auxílio dos investidores.

Os dirigentes do clube carioca esfriaram o ânimo da torcida e do próprio treinador, recém-chegado à Gávea, ao afirmarem que não há contato recente com os dirigentes do Milan, e que duvidam que a pedida dos italianos pelo atacante tenha mudado.

Segundo a direção, os números que envolvem a possível contratação do ex-santista são muito elevados para a atual condição financeira do Flamengo, e a chegada do reforço só seria possível com o auxílio maciço de um ou mais investidores.

DESTAQUE
Top 5: as mais gatas da Família Felipão

O salário mensal do jogador também assusta, mas já é bem mais acessível do que na última consulta. Até 2012, Robinho recebia cerca de 12 milhões de euros por temporada, mas, na última renovação, aceitou reduzir seus vencimentos pela metade.

Se quiser realmente jogar no Brasil, terá que enquadrar seus salários ao teto do Flamengo. A recente saída de Carlos Eduardo do clube (recebia cerca de meio milhão de reais por mês) pode acelerar um acerto salarial com Robinho.

 



Apaixonado por futebol e esportes em geral.