Receita Federal atrapalha Mineirinho e escancara despreparo do Brasil

Depois de ter tido suas pranchas barradas na alfândega da Receita Federal do RJ no Aeroporto Internacional Galeão, o surfista brasileiro Adriano de Souza, o Mineirinho, postou na sua conta pessoal do Facebook reclamando sobre o tema, Ele recebeu muito apoio dos fãs e dos organizadores do evento.

O WCT chegou ao Rio de Janeiro e com ele os melhores surfistas do planeta, e muitos foram atrapalhados pela retenção das pranchas na alfândega.

É incrível como o Brasil não está preparado para receber nenhum tipo de evento internacional. Nem etapa de surfe, nem de vôlei, muitos menos uma Copa ou Olimpíada. Se todos os setores não estiverem alinhados, realmente fica difícil uma organização plena e de sucesso de um evento aqui no país.

Veja abaixo o que Mineirinho postou no Facebook:

“Oi galera, 

Agradeço a todos vocês por se mobilizarem e ter compartilhado o caso das minhas pranchas. Fui hoje até a Receita e tive uma grande surpresa… Eu não consegui retirar elas de lá! Chegando no Aeroporto Galeão, fui atras da Receita Federal, quando cheguei no local eu me apresentei e todos já sabiam do que se tratava, me pediram para esperar e eu esperei, esperei, esperei, esperei……… Quando veio o Chefe da Receita falando em um bom tom de todas as regras e tudo mais. Me perguntou se todas as pranchas eram novas, eu respondi que sim, que quase todas eram novas… Então ele me disse que eu iria ter que pagar um imposto bem alto para tê-las de volta. Não tive mais o que responder, sai de lá e vim para casa. 

Não vou pagar impostos pelas pranchas, como sou um atleta profissional e ainda levanto a bandeira do Brasil mundo a fora, eu não vou vender os equipamentos, pois eles são instrumentos do meu trabalho, então acho que não devo pagar a mais do que eu já pago pela compra das pranchas.

Perdi sim, uma tarde inteira de treino para ir resolver essa situação e chegando lá recebo um NAO por motivos de DARFS. Vou competir em pouco tempo e meus equipamentos estão lá presos. Triste de verdade.

Obrigado mais uma vez galera, vocês me ajudam muito. Gostaria que vocês compartilhassem novamente essa mensagem para que todas as pessoas que tiveram conhecimento do caso, tivessem essa informação e esse desfecho.
Mas agora deu, não quero falar mais a respeito disso, não quero mais divulgar sobre as pranchas, pois tenho um campeonato importante que esta prestes a começar. Para mim, ele é o mais importante do ano e independente de qualquer coisa, vou dar o meu melhor, sempre tentando levar a bandeira do Brasil ao lugar mais alto que eu conseguir.

Quero me concentrar 100% no campeonato e quero também desejar aqui, muita sorte para o Chefe da Receita e boas ondas.”

mineirinho

 



Sou amante e estudioso de esportes! Nasci em São Paulo, estudei em Los Angeles, NY e fiz pós-graduação em Barcelona, sempre acompanhando de perto as competições esportivas pelo mundo.