Opinião: Valdivia pode ter se despedido do Palmeiras. E já foi tarde

Valdivia
Palmeiras

Convocado para defender a seleção do Chile na Copa do Mundo, Valdivia pode ter dado adeus definitivamente ao Palmeiras na vitória por 2 a 0 sobre o Goiás, no último sábado, no Pacaembu.

O camisa 10 vai se apresentar nesta segunda ao técnico da equipe nacional de seu país e, segundo comentários da diretoria palmeirense, pode ir para a Europa assim que a janela de transferências for aberta, no dia 14 de julho.

DESTAQUES
O futebol está abandonando o UFC. Ainda bem
Galo e Flu fizeram a rodada valer a pena

Caso a venda do meia se concretize, o torcedor palmeirense não tem que chorar a saída do ídolo, e sim levantar as mãos para o céu, pois, pelo que fez na segunda passagem pelo Verdão, Valdivia já foi tarde.

Como o Palmeiras não honrou os compromissos para pagar o jogador da forma prometida ao Al-Ain, em 2010 (cerca de R$ 14,2 milhões) e usou cartas de crédito para tentar quitar a dívida, a contratação de Valdivia já ultrapassou a casa dos R$ 35 milhões. Além disso, os altos vencimentos do jogador, na casa dos R$ 500 mil mensais, não tiveram retorno em campo.

Dividindo-se o que o chileno já ganhou pelo número de jogos que defendeu o Palmeiras nos últimos quatro anos, o prejuízo do clube é evidente. Tão evidente que o próprio chileno ironizou em sua partida para a seleção, dizendo que, se for vendido, espera que seja por uma grana boa “para que os jornalistas não digam que o custo-benefício foi errado”.

Por essas e outras, caro Valdivia, nunca é demais repetir: boa sorte e que venha sim uma boa proposta, pois, se você for vendido, já foi tarde.



Redação do Torcedores.com