Opinião: O que o futebol paulista precisa fazer para voltar a mandar no Brasil

Futebol
O futebol paulista adora cantar de galo, dizer que é o mais poderoso do Brasil, mas, quando a bola começa a rolar, a realidade é bem outra.

Sem representantes na Libertadores da América, algo que não acontecia desde 1998, e engolidos pelo Cruzeiro no último Campeonato Brasileiro, os principais times do Estado precisam se reciclar se quiserem, realmente, voltar a dominar o país.

Falta de planejamento na hora de investir tem sido o grande pecado dos quatro principais clubes paulistas. O Santos gastou mais do que podia para tirar Leandro Damião do Internacional e, além de ver o camisa 9 fracassar em campo, corre o risco de perder o jogador (e as duas primeiras parcelas já pagas) por falta de pagamento da Doyen Sports ao Colorado gaúcho.

DESTAQUES
Conheça as brasileiras que detonam no UFC
Ituano volta à realidade após título inesperado

O São Paulo, sempre considerado um clube exemplar, também gastou demais em atletas que não deram certo, como os dispensados Fabrício e Clemente Rodríguez. Palmeiras e Corinthians não são diferentes, e pecam pela falta de inteligência no momento de abrir os cofres.

O resultado de tamanha incompetência está refletido dentro de campo. No próprio Campeonato Paulista, o único grande a se sobressair foi o Santos, que chegou à decisão como favorito, mas derrapou para o Ituano.

Diante de um cenário desesperador, a solução para o futebol paulista voltar a mandar no Brasil é uma só: inteligência.

Palmeiras, Corinthians e São Paulo precisam fazer o que o Santos vinha fazendo até se iludir com Damião: apostar na molecada da base, dar espaço aos garotos e ter paciência para colher os frutos.

O Verdão tem na base um lateral-direito que seria titular em qualquer lugar (Luis Felipe). O Corinthians tem no meia Zé Paulo um camisa 10 nato, e o São Paulo tem jogadores como Boschilla, prontos para brilhar.

Chega de gastar milhões em salários e medalhões que não dão resultado. O caminho para o futebol paulista voltar a dominar o Brasil está nas categorias de base. É apostar e esperar para ver.



Apaixonado por futebol e esportes em geral.