Opinião: Diego vai fazer o Santos de bobo por muito tempo

Diego
Getty Images

Abre janela, fecha janela, e a história se repete: a diretoria do Santos vem a público anunciar que tem um acerto verbal com o meia Diego e que “se não aparecer proposta vantajosa da Europa”, ele voltará à Vila Belmiro.

Depois de deixar o clube que o projetou para o futebol na mão ao trocar o Werder Bremen pela Juventus, a Juve pelo Wolfsburg e partir por emprétsimo para o Atlético de Madrid, Diego voltou a “prometer” uma volta à Vila em janeiro.

O meia e seu próprio pai, Djair Cunha, também responsável por agenciar a carreira do jogador, chegaram a acertar salários e tempo de contrato (três anos), novamente com a ressalva de “se não aparecer nada melhor”. Pois é, apareceu.

DESTAQUES
Robinho no Flamengo parece que vai ficar no sonho
Fred pode ser o camisa 9 do Barcelona

Nesta semana o Fenerbahçe, da Turquia, ofereceu um caminhão de dinheiro ao jogador, que teve seu empréstimo ao time de Madri terminado e voltaria à Alemanha. O resultado disso: mais um cano no Santos.

O clube da Vila Belmiro anunciou nesta terça-feira que desistiu oficialmente do jogador, mas, mais uma vez, mostrou que pretende fazer papel de bobo na próxima janela, talvez em dezembro.

O presidente Odílio Rodrigues citou que o Diego tinha um compromisso com o Santos, mas preferiu manter seu padrão salarial no continente europeu e “postergou” a volta à Vila Belmiro.

Pelas palavras dos dirigentes, o joguinho vai continuar. Diego vai jogar na Turquia, flertar com o Santos para se valorizar e, na última hora, acertar um contrato com a Coreia, com a China, com o Uzbequistão. E o Santos? Continuará fazendo seu papel de sempre: de bobo.



Redação do Torcedores.com