Neblina pode atrapalhar preparação do Brasil para a Copa

Encravada na região serrana do Estado do Rio de Janeiro, a cidade de Teresópolis abriga a Granja Comary, quartel-general da Seleção Brasileira durante a Copa do Mundo. Mas a cidade esconde um “inimigo” que, aos poucos, começa a se tornar mais visível: a neblina.

As previsão do tempo mostra que as temperaturas mínimas na cidade chegarão a 11º até o fim da semana. A umidade é grande. Tanto que a névoa do centro de treinamentos do Brasil chegou a esconder os campos de futebol no início da tarde desta terça-feira (27).

Como ontem (26) e hoje os comandados de Luiz Felipe Scolari passarão apenas por exames médicos, tudo certo. Mas a partir de quarta-feira (28), a bola vai rolar. E como treinar no meio da bruma?

Além da “cegueira”, há outro problema. O clima de Teresópolis é diferente das cidades por onde a Seleção passará. No dia 3, o time faz amistoso contra o Panamá em Goiânia. Três dias depois, joga contra a Sérvia em São Paulo, mesmo local onde estreará na Copa, dia 12, contra a Croácia. No dia 17, a parada é Fortaleza, contra o México. E, no dia 23, Brasília, contra Camarões.

Nesta quarta-feira (27), começarão os treinos com bola na Granja Comary. Que os ventos ajudem, literalmente, a Seleção Brasileira.

Foto: Getty Images



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.