Massa precisa reagir na Espanha. Para não ficar atrás de Bottas

Depois de uma longa parada, a Fórmula 1 voltará a ser disputada neste final de semana, na Espanha. E o brasileiro Felipe Massa, da Williams, precisa reagir já neste GP. Para se impor como primeiro piloto e não correr o risco de ficar muito atrás de Valteri Bottas.

Contratado para ser o primeiro piloto e liderar o processo de reformulação da Williams, Massa tem mostrado resultados pouco satisfatórios até aqui, e ocupa a incômoda décima primeira colocação no Mundial de pilotos, com apenas a metade dos pontos conquistados pelo seu companheiro de equipe Valteri Bottas (12 a 24).

Está certo que Massa tem sofrido ora com problemas de equipe, ora por erros dos colegas do circuito da Fórmula 1 – foi tirado por Kanui Kobayashi no GP da Austrália e teve seu carro tocado por Fernando Alonso no GP da Xangai.

Mas como já disse em outras oportunidades, já passou da hora de Massa ter uma atitude de piloto campeão, daqueles que consegue um bom resultado superando todas as adversidades que lhe são impostas durante uma corrida. E, principalmente, troca o hábito de reclamar pelo costume de agir para resolver os problemas.

Massa precisa mostrar resultados o quanto antes. Se o brasileiro ficar fora da zona de classificação e Bottas pontuar, como vai ficar o clima na Williams? Massa ainda será o primeiro piloto e Bottas o segundo? Eu, no lugar dele, não pagaria pra ver.

Crédito da foto: Reprodução



Jornalista de esportes desde 2005, com passagem pelo UOL e Terra. Editor de comunidades do Torcedores.com e blogueiro do renanprates.com