Ficou difícil para Erick Silva no UFC

O capixaba Erick Silva não conseguiu a segunda vitória consecutiva no UFC. Na madrugada deste domingo (11) ele perdeu por nocaute técnico para o americano Matt Brown, em Cincinnati, nos EUA.

Foi a oitava luta do brasileiro no UFC, que agora tem quatro vitórias e quatro derrotas na organização e 16 vitórias, cinco derrotas e um “no contest”.Brown, por sua vez, chegou ao sétimo triunfo seguido. Foi a 19ª vitória do norte-americano, que também soma 11 derrotas no cartel.

Pela luta que fizeram, os dois receberam o bônus de luta da noite. Mas a noite será para Erick Silva esquecer. O brasileiro segurou o ímpeto do rival nos primeiros minutos de luta, acertou um chute forte na costela e levou a luta para o chão. Especialista em jiu-jitsu, faltou pouco para o brasleiro finalizar o combate em um mata-leão.

Brown se safou, levantou e foi para cima. Os socos passavam praticamente livres na guarda de Erick. O brasileiro foi guerreiro, aguentou firme, mas apanhou bastante.

No 2º round, o americano continuou melhor. Quando a luta foi para o solo, Brown é que buscou a finalização, com um triângulo e uma chave de braço. Erick já estava de língua de fora e, no 3º assalto, entregou os pontos aos 2m11s, quando, já no chão, virou para o lado após receber uma saraivada de socos.

Vencedor incontestável da noite, Matt Brown pediu uma chance para enfrentar o campeão dos meio-médios (77 kg), Johny Hendricks. Não era uma luta provável de acontecer, já que o americano ocupava o 7º lugar no ranking da categoria. Contudo, após a exibição em Cincinnati, não duvido que o combate pelo cinturão possa acontecer.

Já Erick precisará trabalhar, sobretudo a defesa na luta em pé. Das derrotas do capixaba, foi a segunda seguida por nocaute (em outubro do ano passado, levou um cruzado do coreano Dong Hyun Kim e apagou). A parte física do brasileiro também pareceu estar comprometida. Para se manter na organização, Erick terá de dar a volta por cima.

UFC FIGHT NIGHT BROWN X SILVA

Card principal
Matt Brown venceu Erick Silva por nocaute técnico no 3º round.
Costa Philippou nocauteou Lorenz Larkin no 1º round.
Daron Cruickshank nocauteou Erik Koch no 1º round.
Neil Magny venceu Tim Means por decisão unânime.
Soa Palelei nocateou Ruan Potts no 1º round.
Chris Cariaso venceu Louis Smolka por decisão dividida.

Card preliminar
Ed Herman venceu Rafael Sapo por decisão unânime.
Kyoji Horiguchi venceu Darrell Montague por decisão unânime.
Zak Cummings venceu Yan Cabral por decisão unânime.
Johnny Eduardo nocauteou Eddie Wineland no 1º round.
Nik Lentz venceu Manny Gamburyan por decisão unânime.
Justin Salas nocauteou Ben Wall no 1º round.
Albert Tumenov nocauteou Anthony Lapsley no 1º round.



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.