É chegada a hora de dois gigantes do futebol europeu juntarem os cacos

Barcelona e Manchester United fizeram uma temporada 2013-2014 para se esquecer. É chegada a hora desses dois gigantes do futebol europeu, que tropeçaram nas partidas deste sábado, juntarem os cacos e começarem de novo. O Barcelona empatou com o Getafe por 2 a 2 e praticamente deu adeus ao título espanhol. O Manchester United perdeu para o Sunderland por 1 a 0 e está quase fora da Liga Europa.

Soberanos por um bom tempo recente no cenário regional e até na Europa, Barcelona e Manchester United sucumbiram, cada um por seus motivos específicos, neste ano. O time inglês deverá até ficar fora das principais competições europeias na temporada que vem.

DESTAQUES:
Veja 6 dicas para o Barça voltar a ser o melhor do mundo

O Manchester United, aliás, tem o panorama mais complicado do que o Barcelona. O time inglês terá que primeiro definir quem será o substituto de David Moyes. Efetivar Ryan Giggs, identificado com a filosofia do clube, mas inexperiente como técnico, no cargo é o caminho? Ou a solução é investir em alguém com mais experiência? Independente da decisão que a cúpula diretiva tomar, tem que ser por mais tempo, na tentativa de se desenvolver um projeto. Não adianta seguir a cultura brasileira de degolar técnicos em caso de um insucesso na primeira temporada.

Já ao Barcelona, o caminho é a renovação. Nomes como Xavi e Iniesta, apesar de ainda serem talentosíssimos, não possuem o preparo físico de antes. Alguns dos nomes que fizeram a história gloriosa na era Guardiola devem dar passagem para outros jogadores e trabalharem nessa transição. O Barcelona atual está envelhecido. Precisa de uma renovada. Talvez Neymar possa ser o jogador ideal para liderar a nova geração. Gerardo Martino é o nome certo? Tenho (muitas) dúvidas.

Crédito da foto: Montagem/Redação do Torcedores.com



Jornalista de esportes desde 2005, com passagem pelo UOL e Terra. Editor de comunidades do Torcedores.com e blogueiro do renanprates.com