Cruzeiro completa vexame histórico do Brasil na Libertadores

Julio Baptista

Melhor time do Brasil sem qualquer sombra de dúvida, o Cruzeiro não jogou o suficiente para salvar o futebol do país em uma edição de Libertadores da América para ser esquecida, e acabou eliminado da competição pelo San Lorenzo, da Argentina, em pleno Mineirão.

O empate por 1 a 1 na noite de quarta-feira não foi o resultado que a equipe precisava para levar a vaga nas semifinais, e colocou a Raposa no mesmo bloco dos outros times brasileiros eliminados anteriormente, como Atlético-PR, Flamengo, Atlético-MG, Grêmio e Botafogo, em um vexame histórico para o país.

O Brasil sempre teve um representante entre os melhores da América nos últimos 23 anos, mas, em 2014, não esperava ter pela frente uma equipe com tamanha gana contra os times do país.

DESTAQUE
Copa do Brasil caminha para funil com mata-mata entre grandes

O San Lorenzo, time do Papa Francisco, eliminou na atual edição, além dos mineiros, o Grêmio e o Botafogo.

Se o melhor time do Brasil não mostrou forças para chegar entre os quatro melhores do continente, algo está errado e até o Cruzeiro, dono de um planejamento (quase) impecável e de um ótimo elenco, tem que se reciclar.



Redação do Torcedores.com