Com Mano, Corinthians aposta no passado para triunfar no futuro

Quando o Corinthians confirmou a volta do técnico Mano Menezes ao comando do time, deixou uma clara intenção: retomar o sucesso que o treinador trouxe ao clube entre os anos de 2008 e 2010, e que foi “interrompido” pelo convite inaceitável da CBF para ele ser o técnico do Brasil dali em diante. É perceptível que ele próprio, Mano Menezes, está apostando no passado para ser bem sucedido nesta segunda passagem pelo time de Parque São Jorge, já que está trazendo peças daquela época de volta.

O primeiro a retornar foi Elias, volante que alcançou o sucesso com Mano, quando ganharam juntos a Série B de 2008, o Paulistão e a Copa do Brasil de 2009. Ambos – Mano e Elias – não estavam em bons momentos. O primeiro foi demitido da seleção e foi contratado pelo Flamengo, que ficou a cara de Mano, ou seja, um “Corinthians carioca”. Mesmo assim, não obteve o sucesso esperado.

Já Elias foi para o Atlético de Madri, mas acabou sendo vendido para o Sporting. Lá, jogou bem, mas voltou ao Brasil por empréstimo para o mesmo Flamengo, onde foi destaque, mas acabou não podendo ficar. Outro daquela geração vencedora que tem tudo para voltar é o volante Cristian, herói do Timão na conquista do Paulistão de 2009. Ele saiu do clube rumo à Turquia, onde hoje é respeitado, mas está aguardando o fim do vínculo com o Fenerbahce para voltar.

Com essas (velhas) contratações e o bom início no Campeonato Brasileiro, largando em primeiro lugar após três rodadas, tudo o que o torcedor corintiano espera é que um dos maiores treinadores da história do Corinthians – e que abriu as portas para a conquista da Libertadores de 2012 – possa voltar a triunfar e levar o Timão de volta às grandes conquistas nacionais e internacionais, a começar já pelo Brasileirão e a Copa do Brasil. Vamos ver se dá certo.



19 anos, estudante de jornalismo pela Metodista de São paulo, que ama a maioria dos esportes, principalmente o futebol. Apesar de ser corinthiano, sou extremamente profissional com todos os demais clubes, e futuramente pretendo ser locutor esportivo.