Conheça os candidatos a destronar Jon Jones no UFC

UFC

A divisão dos meio-pesados (até 93 kg) é uma das categorias mais interessantes do UFC. Lutadores talentossísimos, lutas empolgantes e, salvo perídos como o atual, em que um campeão consegue manter-se no topo por bastante tempo, com alta rotatividade do cinturão.

Desde março de 2011, a categoria divide-se entre o norte-americano Jon Jones e os demais. “Bones” é o campeão mais dominante da divisão, chegando a sete defesas de título consecutivas. Para se ter uma ideia, Frank Shamrock e Chuck Liddel defenderam seus reinados por quatro lutas cada um; Tito Ortiz, por cinco combates.

Mas há, sim, quem possa tirar Jon Jones do pedestal. Vamos dissecar a categoria mais casca-grossa do UFC, na ordem do ranking estabelecido pela organização:

CAMPEÃO: Jon Jones (americano, 26 anos, 20 vitórias e 1 derrota)

jon jones

Envergadura gigantesca e cotovelos que cortam como facas. Eis as duas maiores armas de Johnny Bones, o capitão dos meio-pesados no UFC e número 1 no ranking peso por peso da entidade. Além dos pontos já citados, é uma máquina de lutar, nteligentíssimo e habilidoso em todas as fases da luta. O cara a ser batido.

NÚMERO 1: Alexander Gustafsson (sueco, 27 anos, 16 vitórias e 2 derrotas)

gustafsson

Tem altura, literalmente, para bater Jones. Complicou a vida do campeão no UFC 165 e será o próximo desafiante ao cinturão. Pouco mais alto e com braços um tantinho menores, é candidato real a ser o novo dono da categoria após a revanche.

NÚMERO 2: Rashad Evans (americano, 34 anos, 19 vitórias, 3 derrotas e 1 empate)

rashad

“Suga” já foi campeão dos meio-pesados em 2008. Tentou recuperar o cinturão diante de Jones no UFC 145 e ficou de mãos abanando. É um dos melhores wrestlers da divisão e lutador de elite da categoria. Contudo, no curto prazo dificilmente terá outra oportunidade nos meio-pesados. Já foi cotado para disputar o cinturão dos médios (84 kg) quando Anderson Silva era o campeão.

NÚMERO 3: Glover Teixeira (brasileiro, 34 anos, 22 vitórias e 3 derrotas)

glover

O mineiro foi o último lutador a perder para Jon Jones, no UFC 172. Vinha em alta na organização e teve, merecidamente, a oportunidade de disputar o título. Como perdeu, voltará ao fim da fila. Revanche, por ora, está fora dos planos.

NÚMERO 4: Daniel Cormier (americano, 34 anos, 14 vitórias)

cormier

Será o provável adversário de Jones ou Gustafsson. Ex-lutador dos pesos pesados (120 kg), é, talvez, o melhor wrestler de todo o UFC. Também bate pesado na luta em pé. Junto com Gustafsson, é a maior ameaça a Jon Jones, apesar da pouca estatura (1,80m).

NÚMERO 5: Anthony Johnson (americano, 30 anos, 17 vitórias e 4 derrotas)

anthony_johnson

Voltou com tudo ao UFC vencendo Phil Davis por decisão unânime no UFC 172. É um striker nato, de trocar porrada em pé numa boa. Os maiores problemas do “Rumble” foram com a balança: chegou a ser demitido do UFC em 2012 após não bater o peso para uma luta. Se emendar mais vitórias, pode receber uma chance.

NÚMERO 6: Dan Henderson (americano, 43 anos, 30 vitórias e 11 derrotas)

henderson

Hendo é conhecido como um dos maiores cabras machos do MMA mundial. Guerreiro veterano, ex-campeão do Pride e do Strikeforce, luta em alto nível até hoje, embora seu desempenho esteja sob desconfiança com a idade e a proibição do TRT (tratamento de reposição de testosterona). Enfrentará Daniel Cormier no fim de maio e, caso vença, será o próximo desafiante ao título.

NÚMERO 7: Phil Davis (americano, 29 anos, 12 vitórias, 2 derrotas, 1 “no-contest”)

phil_davis

Vinha em alta no UFC até ser derrotado por Anthony Johson no UFC 172. Por isso, caiu no ranking (era o 4º colocado) e viu o sonho de disputar o cinturão escapar pelos dedos. É um dos bons wrestlers da divisão.

NÚMERO 8: Mauricio Rua (brasileiro, 32 anos, 22 vitórias e 9 derrotas)

shogun

O curitibano “Shogun” foi o último campeão antes da era Jon Jones. No UFC, ainda não conseguiu repetir os bons momentos do Pride, onde também foi campeão. mesmo assim, conseguiu boas vitórias na divisão sobre Lyoto Machida (de quem tomou o cinturão em 2010), Forrest Griffin, Brandon Vera e James Te Huna. Mas oscilou muito desde a derrota para Bones, não é cogitado para tentar reconquistar o título.

NÚMERO 9: Chael Sonnen (americano, 37 anos, 28 vitórias, 14 derrotas e 1 empate)

sonnen

Falastrão, marketeiro e abusado. Esse é Chael Sonnen, um verdadeiro persongem do MMA. O americano engrossa a fila de derrotados por Jones em disputas de cinturão (no UFC 159, em abril do ano passado). Desde que voltou aos meio-pesados, após uma temporada entre os médios, perdeu para o campeão e para Rashad Evans e derrotou Shogun. Técnico do TUF Brasil 3, será o próximo rival de Wanderlei Silva. Não é candidato ao título.

NÚMERO 10: Ryan Bader (americano, 30 anos, 16 vitórias e 4 derrotas)

ryan_bader

Emendou uma sequência de 12 vitórias seguidas (quatro no UFC) e só foi parado por Jon Jones, então uma grande promessa, no UFC 126. A luta definiu quem enfrentaria Mauricio Shogun pelo cinturão. Jones venceu e fez história. Desde então, Bader perdeu o rumo. Variou entre boas e más atuações. Tentando retomar seu espaço na divisão e subir no ranking, enfrenta o brasileiro Rafael Cavalcante, o Feijão, em junho.



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.