Conheça a ‘filial’ do Manchester City nos EUA

Responsável pela organização do Campeonato Americano, a Major League Soccer (MLS) terá uma nova equipe em 2015: o New York City. O “City” no nome e a cor azul não são coincidência. A equipe nova-iorquina é uma espécie de filial do Manchester City nos EUA.

O City americano surgiu no ano passado, após uma parceria entre o clube inglês e o New York Yankees, um dos times de beisebol mais tradicionais. Os europeus são os acionistas majoritários do New York City, enquanto a diretoria do Yankees vai cuidar da administração. A equipe de beisebol cederá também o seu estádio para o novo time de futebol enquanto a casa própria não fica pronta.

Além dos euros do Manchester City, há gente forte por trás. O ex-capitão da Seleção dos EUA, Claudio Reyna, foi nomeado diretor de operações de futebol. O técnico também já está escolhido: Jason Kreis, também ex-jogador e um dos maiores artilheiros da história da MLS.

Com o City, Nova York terá dois times na MLS. A cidade já conta com o New York Red Bulls (antigo New York MetroStars). E o New York Cosmos? Esse voltou à ativa, mas joga na North American Soccer League, uma espécie de divisão inferior da MLS.

Adotando a logística que tornou o Manchester City um clube vencedor nos últimos anos e tendo o dinheiro britânico aliado à logística do Yankees, o New York City deve ter um futuro promissor pela frente. A conferir.



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.