Relembre dez jogadores que ficaram de fora das Copas por lesão

A “bruxa” das lesões costuma correr solta às vésperas da Copa do Mundo. Em 2014, ela já visitou alguns jogadores, como o atacante inglês Theo Walcott, o centroavante colombiano Falcao García e o volante alemão Sami Khedira. Enquanto García e Khedira correm para se garantirem no Brasil, Walcott já prepara os chinelos para acompanhar o English Team na TV.

DESTAQUES:
Episódio da cueca de Neymar mostra falta de comprometimento
Opinião: Beleza é o que salva as bandeirinhas no futebol

Opinião: Chegada de Neymar zicou o Barcelona

Se, até o momento, foram poucos cortados, há quatro anos o hospital ficou repleto de atletas. Da lista elaborada pelos torcedores com dez ilusres cortados, seis foram antes do Mundial da África do Sul. Confira:

1) Ballack (2010)
O capitão da Alemanha rompeu os ligamentos do tornozelo direito em um jogo do Chelsea, após sofrer uma entrada do ganense Kevin-Prince Boateng. Detalhe: Alemanha e Gana estavam no mesmo grupo da Copa. De origem ganense e nascido em Berlim, Kevin Boateng é irmão do lateral Jérôme Boateng, que disputou o Mundial pela… Alemanha!

2) Beckham (2010)
O veternao meia inglês ficou de fora de sua quarta Copa após romper o tendão de Aquiles em uma partida pelo Milan, em março de 2010.

3) Michael Owen (2010)
Então no Manchester United, o atacante desfalcou a Inglaterra após sofrer uma grave contusão na coxa em fevereiro de 2010.

4) Rio Ferdinand (2010)
Capitão da Inglaterra na Copa de 2010, o zagueiro foi cortado após lesionar o joelho esquerdo em uma dividida com o atacante Emile Heskey durante um treino, já na África do Sul. Michael Dawnson, do Tottenham, teve de embarcar às pressas para o torneio. A faixa de capitão foi para o meia Steven Gerrard.

5) Essien (2010)
O volante foi a principal baixa da Seleção de Gana para o Mundial de 2010. Ele machucou o joelho direito em janeiro e não se recuperou a tempo.

ENVIE SUA NOTÍCIA
Também quer opinar sobre o assunto? Envie sua notícia!

6) Cabañas (2010)
O atacante paraguaio ficou entre a vida e a morte após levar um tiro na cabeça, na Cidade do México. Recuperado, foi contratado recentemente pelo Tanabi, do interior de São Paulo.

7) Cissé (2006)
O atacante francês foi cortado da Copa da Alemanha após quebrar a perna direita em amistoso contra a China, na véspera da estreia dos Bleus no Mundial.

8) Cañizares (2002)
A queda de um vidro de perfume cortou não apenas o pé do goleiro Cañizares. O episódio rompeu um tendão do dedo do jogador, que seria o titular da meta espanhola durante a Copa do Japão e da Coreia do Sul. Começava aí a trajetória de Casillas como titular da Fúria.

9) Ravanelli (1998)
O atacante italiano perdeu a Copa do Mundo da França por causa de uma pneumonia. Era nome certo na equipe de Cesare Maldini para o Mundial.

10) Van Basten (1994)
Um dos grandes nomes do futebol holandês no fim dos anos 80 e início dos anos 90, Van Basten teve a carreira abreviada por lesões nos tornozelos. Esse foi o motivo de sua ausência no Mundial dos EUA e da aposentadoria precoce, com apenas 30 anos.

Menção honrosa: Di Stéfano (1962)
Naturalizado espanhol, o atacante argentino embarcou com os europeus para o Mundial do Chile, mas, machucado, nem entrou em campo.



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.