Real jogará por um gol e retranca em Munique

Os madridistas acreditam que se fizerem um gol em Munique será suficiente para ir à final da Champions League em Lisboa.

Em Madrid, foi um grande duelo, um jogo de campeões. O Bayern entrou sem Gotze e Muller. O Real sem Marcelo e Bale, mas com Cristiano Ronaldo. Diferente da estratégia de Atlético e Chelsea, Bayern e Real saíram para fazer gols.

DESTAQUES:
Atlético e Chelsea terão dificuldade de sair do zero também em Londres
Maestro, Simeone transforma jogos do Atlético em Libertadores
Opinião: Goleiro emprestado é problemão para o Chelsea

Como se esperava o Bayern começou com tudo. Posse de bola, jogando no campo do Madrid, tentando com Ribery e Alaba por um lado e Robben e Rafinha pelo outro. Sem sucesso.

Bl7TYQvIIAEFLt8

O Real Madrid começou fechado, à la italiana, e logo fez um belo gol em seu primeiro contra ataque. Benzema em fase especial fez seu quinto gol na competição.

No primeiro tempo, lembrando os tempos de Barça, a equipe do Guardiola teve 73% de posse de bola, mas sem muito perigo.

O segundo tempo começou igual, posse de bola e pressão do Bayern e contra ataques perigosíssimos do Real. O cyborg CR7 ainda sem estar 100%, sentiu o jogo, deu um belo passe para o compatriota Coentrão no lance do gol e saiu aos 70, não gostou.

Com Muller e Gotze em campo, a equipe de Munique melhorou, com 65% de posse de bola, conseguiu exigir de Casillas algumas poucas grandes defesas. Com um Modric e Alonso enormes e uma defesa sólida, o Madrid leva esse 1 a 0 com ganas.

Captura de Tela 2014-04-23 às 17.51.25

Foi um jogo de xadrez entre grandes técnicos. Tudo muito calculado. Na ida a estratégia do italiano deu mais certo, conseguiu fazer o seu gol e não levou, agora o especialista em ‘travar’ o jogo poderá mostrar toda a escola do catenacio.

Pep Guardiola perde pela primeira vez no Santiago Bernábeu e espera a volta para descontar sobre Ancellotti, que assim como ele busca a terceira taça da Champions.

 



Sou amante e estudioso de esportes! Nasci em São Paulo, estudei em Los Angeles, NY e fiz pós-graduação em Barcelona, sempre acompanhando de perto as competições esportivas pelo mundo.