Pistorius diz ainda sentir ‘cheiro de sangue’

O corredor paralímpico Oscar Pistorius afirmou nesta segunda-feira (dia 7), em Pretória, na África do Sul, que ainda sente o cheiro do sangue da ex-namorada, a modelo Reeva Steenkamp, assassinada em 14 de fevereiro de 2013.

“Estou com muito medo de dormir, tenho pesadelos horríveis. Posso sentir o cheiro de sangue e acordo aterrorizado”, afirmou o atleta, durante o julgamento do caso. Pistorius alega inocência. Segundo o corredor, ele confundiu a ex-namorada com um intruso e, por isso, atirou na modelo.

“Gostaria de me desculpar. Não posso imaginar a dor e sofrimento e o vazio que eu causei a você e sua família”, falou o sul-africano à mãe de Reeva, June Steenkamp, presente ao tribunal.

O julgamento tem data prevista para terminar no dia 16 de maio. Se for considerado culpado, Pistorius pode ser condenado a, pelo menos, 15 anos de prisão.



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.