Opinião: Fãs da NBA não podem ser coniventes com caso de racismo

Com fama de racista nos bastidores da NBA, Donald Sterling, dono do Los Angeles Clippers, teve uma conversa de teor inaceitável revelada pelo tabloide TMZ. No diálogo, Sterling é flagrado discutindo com sua namorada, V. Stiviano, sobre o fato de ela convidar amigos negros para assistirem aos jogos dos Clippers.

Nas gravações, o chefão reclama do fato de sua namorada tirar fotos com minorias, deixando no ar que tais atitudes são feitas para atingi-lo. “Me incomoda que você queira mostrar para todo mundo que se relaciona com pessoas negras”, diz Sterling. “Não coloque ele [Magic Johnson] no Instagram para o mundo inteiro ver. Não quero que você o traga para meus jogos”, continua sobre a presença do ídolo do basquete nos jogos dos Clippers.

Complicado pensar que jogadores do Clippers – negros ou não – aceitem jogar em um time no qual o dono pensa desta forma. Imagine a motivação que um cara como Chris Paul, presidente de Associação de Jogadores da NBA, tem em trabalhar para um chefe que vê como negativo se associar com negros. Complicado também saber que a NBA, palco de astros e ídolos negros, consiga conviver com pessoas como Donald Sterling. Porém, é bem improvável esperar uma intervenção por parte da liga, que publicamente diz achar as palavras do dono dos Clippers “perturbadoras e ofensivas”, mas ficou por aí, pois também, legalmente, não tem muito o que fazer com as gravações.

O próprio Magic Johnson e até Shaquille O’neal já declararam repúdio ao discurso de Donald Sterling. E não é difícil pensar que os fãs do basquete comecem também repudiar os Clippers, atingindo diretamente o chefão do time.

Em tempos que todos deveriam estar apenas com os playoffs, casos como este são um atraso para o esporte como um todo. No futebol, casos descarados de racismo já foram punidos. Se atitudes nos bastidores do basquete não mais complicados de receberem punições oficiais, que partam do público, dos fãs e dos próprios atletas.

Ouça a gravação (em inglês):

Foto: Reprodução/TMZ



Flávio Moreira é jornalista especializado em mídias sociais. Com passagens por UOL e Electronic Arts, é apaixonado por esporte e acredita na produção de conteúdo feito de torcedor para torcedor.