Mourinho x Guardiola: quem é melhor?

Quando falamos em técnicos atuais e modernos não podemos deixar de fora alguns dos maiores vencedores do momento, mais bem pagos e, claro, controversos.

DESTAQUES:
Episódio da cueca de Neymar mostra falta de comprometimento
Opinião: Beleza é o que salva as bandeirinhas no futebol

Opinião: Chegada de Neymar zicou o Barcelona

MOURINHO

Mourinho realmente é um fora de série, sem nunca ter jogado futebol, começou cedo ajudando seu pai e teve sua chance como tradutor do Bobby Robson, primeiro no Sporting de Lisboa e depois no Barcelona. Lá se mostrou eficiente e aos poucos se viu que suas análises dos times adversários eram melhores do que a dos olheiros especialistas.

Seu primeiro grande trabalho foi com o Porto, e lá ganhou a Liga, a Copa de Portugal, a Copa da Uefa e a Champions League, ajudando ao Felipão a montar a seleção portuguesa com o meio de campo, Costinha, Maniche e Deco.

Depois, seduzido pelos ‘pounds’ russos, mudou-se para Londres, para assumir o comando de um Chelsea recém-comprado, com muito dinheiro e ainda sem sucesso. Em sua primeira entrevista foi logo dizendo: “Não sou um qualquer. Sou um especial”, e depois dessa coletiva, ele virou o ‘Special One’. Se mostrou especial ganhando 2 Ligas Inglesas com o Chelsea depois de 50 anos e a FA Cup, mostrando uma liderança incomum, o Chelsea passou a frequentar as fases de mata-mata da Champions League, aumentando assim as chances de uma conquista.

Gastando milhões, discutindo muito com seu chefe, e sem a sonhada Champions League, Mourinho rodou, já reconhecido por seu trabalho, pousou em uma Internazionalle, que assim como o Chelsea, sonhava com a Champions League conquistada em 64 e 65, quando o pai do presidente atual Moratti era o presidente. Na Inter, fez história conquistando o ‘Triplete’, Liga, Copa e Champions e claro entrando pra o coração dos torcedores de Milão.

ENVIE SUA NOTÍCIA
Também quer opinar sobre o assunto? Envie sua notícia!

Como já tinha feito antes, deixou o Inter e foi para o Real Madrid, com o objetivo de tirar e hegemonia do Barça e conquistar a ‘Décima’, lembrando que o Real parou nas oitavas por oito anos seguidos. Lá também conquistou uma Liga e uma Copa do Rei, se tornando assim o único treinador a ganhar uma Liga e Copa em 4 países diferentes, mas não conseguiu parar o Barça, que na época era treinado por um jovem treinador de 38 anos, que tinha saído do Barça B para substituir Frank Rikjaard e fazer história. Seu nome: Pep Guardiola.

Josep-Guardiola-José-Mourinho-Barcelona

GUARDIOLA

Pep foi o dono do meio campo e ‘cabeça’ do maravilhoso time do Barcelona dirigido por Johan Cruyff, mais conhecido por Dream Team. Lá aprendeu o ‘valor’ do toque de bola. E como técnico, conseguiu montar uma equipe, com um estilo único, encabeçados por Xavi e Iniesta no meio de campo, o mundo conheceu e se curvou ao estilo ‘Tiki Taka’, aonde a marcação pressão era a base, para recuperar a bola e a manter por mais de 60% em sua posse.

Consequentemente limitando as possibilidades do adversário e aumentado as suas. Com estilo, e mais importante resultados, Pep mostrou ao mundo um novo jeito de jogar, que ajudou a Espanha a ganhar a Copa do Mundo, uma vez que o Barça tinha oito jogadores titulares na final da Copa de 2010. Dois deles, Pedro e Busquets, Pep trouxe do time B.

As goleadas sobre o Real Madrid por 5×0 no Camp Nou e 2×6 no Santiago Bernabeu entraram para a história como ‘aulas de futebol’, e Pep logo se mostrou um perfeccionista, dando o controle do time a Valdez, Puyol e Pique na defesa, Xavi e Iniesta no meio de campo e Messi no ataque. No caso Messi ele teve muita habilidade, o clube tinha ‘proibido’ Leo de participar das Olimpiadas de Pequim, e assim que Guardiola chegou, chamou de canto e perguntou o que estava acontecendo, Messi falou: ‘ quero ganhar o ouro’, Pep o liberou e assim ganhou um jogador que estava prestes a se tornar o melhor do mundo e um dos melhores de todos os tempos. Tirando o Messi da ponta e o colocando no meio, como falso 9 , vieram os resultados.

Tri campeão da Liga 09/10/11 , Bi da Copa do Rey, Bi da Champions e Bi do Mundial da Fifa. Alem do maior ano da história de um time de futebol , quando ganhou 6 títulos em 2009.

Lembrando que as duas finais da Champions foram contra o todo poderoso ManUtd e Alex Fergunson, e depois de tomar uma aula pela segunda vez, o Sir Alex fez questão de tirar o chapéu para Guardiola, e dizer que o Barça era a melhor equipe que já tinha visto e enfrentado na vida.

Já no Bayern, levou o Mundial da Fifa de novo, a Bundesliga com 7 rodadas de antecedência e quebrando vários recordes. e ja garantiu o time alemão nas semis da Champions e final da Copa da Alemanha.

pepmou

Resultado: Pep Guardiola, mais jovem, conhece mais de futebol, títulos importantes, ganha competições jogando futebol pra frente, toque de bola, menos polêmico, mais alegria nas equipes, legado histórico (Tiki Taka), amado pela torcida do Barça.

Assista e emotiva despedida do Pep Guardiola do Barcelona:



Sou amante e estudioso de esportes! Nasci em São Paulo, estudei em Los Angeles, NY e fiz pós-graduação em Barcelona, sempre acompanhando de perto as competições esportivas pelo mundo.