Longe de casa, Vasco joga de olho em boa sequência e confiança

O Vasco tem alguns desfalques para a partida contra o Luverdense-MT, pela 2ª rodada da série B. Martin Silva, Rodrigo, Guiñazu, Pedro Ken, Everton Costa e Edmilson não vão a campo, mas, ao menos no quesito vontade, terão substitutos à altura.

Dentre as novidades, certamente a que trás consigo a maior esperança é Montoya. O meia, que chegou à São Januário em meados do ano passado como uma promessa do futebol argentino, mas, no Brasil, ainda não se tornou realidade.

Em 2013, as chances de Montoya foram poucas. Em 2014, apesar de surgirem em número maior, ainda carecem de continuidade, como a que teve nesta semana ao participar do time titular em todos os treinamentos. Com Montoya, o time ganha mobilidade, como ficou claro na vitória diante do Resende.

Contra o América-MG, o Vasco mostrou um futebol vistoso até marcar o gol, porém, após ficar a frente do placar, o time de Adilson Batista sofreu um apagão e levou o empate dentro de um São Januário com portões fechados.

Contudo, se no Rio de Janeiro o Vasco, por questões legais, ainda não pode contar com sua torcida, longe dele não há este empecilho. O mando da partida de hoje é da equipe do Luverdense, mas é muito provável que a Arena Pantanal esteja tomada pela imensa torcida cruzmaltina que espera sair dali muito feliz.

Para retomar a confiança ainda abalada pela perda do Campeonato Carioca, o Vasco precisa vencer o clube mato-grossense. Os três pontos conquistados não serão importantes apenas para a sequência do torneio, serão essenciais para toda a temporada.

Foto: Marcelo Sadio/vasco.com.br