Diego Costa seria hoje o camisa 9 da seleção brasileira

Caso não tivesse optado por defender as cores da Espanha, a vida de Diego Costa seria muito mais fácil. Muito por mérito próprio e boas atuações na atual temporada, mas também por demérito dos centroavantes brasileiros, o goleador do Atlético de Madrid seria hoje o camisa 9 da seleção brasileira com certa folga.

DESTAQUES:
Opinião: Teimosia de Felipão pode custar caro na Copa
Opinião: Rusga entre Ibra e Thiago Silva vem em boa hora para o Barcelona
Episódio da cueca de Neymar mostra falta de comprometimento

Vice-artilheiro do Campeonato Espanhol, raçudo e um dos principais nomes equipe comendada por Simeone, Diego Costa vem jogando o fino da bola, mas não ainda o suficiente para lhe dar certeza no time titular espanhol, que, diferente do Brasil, vê uma concorrência acirrada para o posto de homem-gol na Copa.

Veja quais são os brasileiros que ele supera:

Jefferson Bernardes/VIPCOMM
Fred, atacante da Seleção Brasileira de Futebol / Crédito: Jefferson Bernardes/VIPCOMM

Fred: Apesar de não precisar provar o seu valor, o homem de confiança de Felipão não joga em alto nível desde a Copa das Confederações. Sofrendo com seguidas lesões, não tem sequência de jogos para chegar à Copa sem ser uma incógnita.

Jô: Tem como ponto positivo o fato de sempre ter deixado sua marca quando exigido em jogos pela seleção. Porém, ainda é questionado por grande parte da torcida e não tem características que todos esperam no principal goleador que vista a camisa amarela.

Leandro Damião: Perdeu sua vaga na Copa ao se lesionar dias antes da Copa das Confederações. Damião nunca mais foi o mesmo e não conseguiu ser o matador que foi nos bons tempo do Inter. Chegou ao Santos por uma fortuna e decepcionou. 2014 para ele já está fora dos planos.

Pato: Se tivesse jogado bem no Corinthians, ainda deixaria uma ponta de esperanças de que poderia ser nosso camisa 9. No São Paulo, terá pouco tempo para jogar bem, marcar gols e ainda pintar como surpresa na lista de Felipão.

ENVIE SUA NOTÍCIA
Também quer opinar sobre o assunto? Envie sua notícia!

Alan Kardec: Bom jogador, mas fruto da miopia causada pela Série B e Campeonato Paulista. Foi ventilado em um lobby exagerado da imprensa paulista. Menos, por favor! Kardec pode fazer a alegria do carente torcedor palmeirense, mas está longe de ser o grande nome do Brasil na Copa.

Luis Fabiano: Jogador experiente, camisa 9 da seleção brasileira na última Copa, teve boas atuações com a amrelinha, mas pouco mostrou depois do seu retorno para o São Paulo. Desde 2013 já é cara fora do baralho.

Foto: Wander Roberto/VIPCOMM



Flávio Moreira é jornalista especializado em mídias sociais. Com passagens por UOL e Electronic Arts, é apaixonado por esporte e acredita na produção de conteúdo feito de torcedor para torcedor.