Derrota para Werdum deve servir de lição para Browne

Crédito: Reprodução/Instagram

A derrota na noite do último sábado para Fabrício Werdum deixou bem claro que Travis Browne ainda não está pronto para lutar na elite da categoria.

DESTAQUES:
Hortência e Sonnen estão de “trelelê”, diz jornal
Opinião: Anderson Silva vai aposentar o MMA no Brasil
Episódios como o do TUF dão munição a quem não gosta de MMA

Em uma das melhores lutas do UFC on Fox 11, Browne mostrou que ainda tem vários atributos que precisam ser melhorados. É inegável a melhora desde que foi nocauteado por Pezão, por exemplo, e isso mostra seu incrível potencial, mas a derrota no último sábado deve servir como lição para que o norte-americano encontre os pontos a serem lapidados.

No futuro, seria bom para Browne pegar alguém com pior colocação no ranking, pois lutar com os melhores ainda é certeza de derrota e ruim para sua confiança.

ENVIE SUA NOTÍCIA
       Também quer opinar sobre o assunto? Envie sua notícia!

Já Werdum conseguiu colocar em prática a evolução de suas habilidades, o consolidando como um dos melhores lutadores de jiu-jitsu da categoria. A vitória sem contestações do brasileiro já deve deixar Cain Velasquez com a pulga atrás da orelha, porém o detentor do cinturão segue como franco favorito.

Fazendo um paralelo com o futebol, bater Browne foi para Werdum como um campeonato estadual, que dá a falsa impressão de que os times grandes estão bem preparados no início de temporada e chegam como favoritos para torneios competitivos. Velasquez é, de longe, uma desafio muito mais complicado que Browne. Fabrício que tome cuidado.



Flávio Moreira é jornalista especializado em mídias sociais. Com passagens por UOL e Electronic Arts, é apaixonado por esporte e acredita na produção de conteúdo feito de torcedor para torcedor.