Algoz de Neymar defende Messi e critica diretoria do Barça

Segundo o jornal catalão Sport, Johan Cruyff achou “um absurdo” as críticas contra  Leo Messi e afirmou que a atual crise do Barcelona é explicada pelo fato que o clube passou anos sem um plano coerente e muitas más influências “de fora do vestiário”.

“Como eu posso dizer que (Messi) estava desinteressado (no jogo contra o Atlético de Madrid), se há dez dias no grande “clássico” estava muito interessado ​​e foi o melhor em campo? Tudo girava em torno dele , marcou três gols, deu passes, correu, jogou muito bem. Pode ser uma coisa ou outra, ambas não”, disse Cruyff .

Além disso, o ex-treinador e criador do Dream Team acredita que “contra o Atlético, supostamente tão desinteressado, acabou sendo o jogador mais perigoso do Barcelona“, disse o antigo jogador e treinador.

Messi-Barcelona-Cruyff_CLAIMA20100412_0001_15

“Erro catastrófico”

De acordo com o holandês , o clube é vulnerável porque “nos últimos quatro ou cinco anos, cometeu erros catastróficos na sua gestão.”

Portanto , continua, “não é surpreendente que a máquina não tenha a continuidade que foi no período de 2006 a 2011, quando ganhou três títulos da Liga dos Campeões. No plano atual, sem direção e regras firmes, fica díficil”.

Em um ambiente estável, a equipe vai crescer, na medida que os jogos mais importantes da temporada se aproximam, e isso não aconteceu aqui.”

Para o holandês , “tudo isso é resultado de influências que vêm de fora do vestiário .É aí que os problemas começam”.

Em relação à próxima Copa do Mundo, disse que os europeus nunca ganharam um título em solo sul-americano e constatou que o Brasil e a Argentina são os principais candidatos a vencer o troféu, à frente da Espanha e da Alemanha.

AyQJ9j2CUAA3-D5



Redação do Torcedores.com