Testemunha afirma que Pistorius tentou ressuscitar modelo após tiros

Em um depoimento favorável a Oscar Pistorius, em mais um dia de julgamento do caso envolvendo o astro paralímpico, o radiologista Johan Stipp afirmou, nesta quinta-feira, em Pretória, na África do Sul, que viu o atleta tentando ressuscitar a modelo Reeva Steenkamp, morta a tiros disparados pelo próprio corredor nas primeiras horas do dia 14 de fevereiro do ano passado. O velocista alega ter confundido a então namorada com um ladrão e a matado acidentalmente.

Uma das testemunhas deste julgamento, Stipp disse que chegou ao local pouco depois de ouvir os disparos e que no mesmo encontrou Pistorius chorando e de joelhos, enquanto tentava, sem sucesso, reanimar a sua ex-namorada, atingida por quatro tiros quando estava dentro do banheiro da suíte do casal, na residência do competidor.

Stipp contou também que viu o astro sul-africano colocando dois dedos na boca de Steenkamp, para tentar ajudá-la a respirar, quando encontrou o casal no andar térreo da residência. “Ele disse: ‘Eu atirei nela. Pensei que era um ladrão. Eu atirei nela'”, afirmou a testemunha, “respaldando” versão da defesa, de que o atleta não teria discutido fortemente com a modelo antes de matá-la de forma premeditada, conforme acusa a promotoria do caso.

Leia a matéria completa do R7:



Redação do Torcedores.com