Musa da Copa, bola da vez Fernanda Lima, faz ensaio sensual; assista aos bastidores

Como é linda a Fernanda Lima, musa da edição de março de RG. Para apresenta-la, como se fosse necessário, reproduzimos a carta do diretor, palavras (belas palavras, aliás) de Jeff Ares sobre a loira de tirar o fôlego.

“O mundo descobriu Fernanda Lima. Na hora certa, em que os anos a encontram bem, muito bem, tão bem…

Tão gata, tão voluptuosa, tão mãe, tão bem casada, tão integrante da família Doriana. Suas trovejantes aparições no sorteio da Copa e na Bola de Ouro a alçaram ao posto de musa do Mundial e do esporte, mulher-símbolo do Brasil.

Fernanda Lima nos representa. E não apenas pela geografia curvilínea ou pela loirice (sim, somos todas as raças). Mas também porque quebra estereótipos. O da loira burra, por exemplo, não passa nem perto. Basta ler o texto que ela escreve nesta revista, sobre si, cheio de elipses, autocrítico, coerente.

E bem escrito. Ali, Fernanda Lima também detona o padrão de subserviência das celebridades que buscam a qualquer preço um cantinho de retrato na revista, ao custo de escancarar a vida, a família, sem reservas, sem pudor. Questiona as distorções do que diz nas entrevistas e deixa entrever as fissuras do nosso jornalismo de fofoca, suas perguntas rasas, as bobagens que repercute.

É o oposto do que tentamos fazer nesta RG, um espaço para reflexões um pouco mais profundas sobre as pessoas, uma investigação mais livre, que quer escutar revelações, não a cor do esmalte preferida. Pois Fernanda Lima teve a coragem de se expor, sem hipocrisia. Temos o maior orgulho de publicar esse texto.

Fernanda Lima nos escolheu, e isso diz muito. É sinal de que estamos no caminho certo.

Como ela, que tem um mundo à sua espera. Bola dentro.”

Assista ao making of:

fernanda-lima-1403_652x408

0,,36854296,00

article-2519532-19E8FAF000000578-327_634x950

1970611_10202185321328185_657766103_n

 

Aqui outro ensaio da Fernanda:



Sou amante e estudioso de esportes! Nasci em São Paulo, estudei em Los Angeles, NY e fiz pós-graduação em Barcelona, sempre acompanhando de perto as competições esportivas pelo mundo.