Cenas de violência entre torcidas marcam Campeonato Argentino e Russo; veja

As imagens lembram a barbárie ocorrida na partida entre Atlético-PR e Vasco, em Joinville, pela última rodada do Brasileirão do ano passado, mas os novos episódios de cenas de selvageria aconteceram nos campeonatos da Argentina, no jogo entre Quilmes e All Boys, e da Rússia, após o duelo do Lokomotiv Moscou, ambos disputados nesta segunda-feira.

O confronto entre os barras (torcedores violentos da Argentina) teve início antes mesmo de a bola rolar no estádio Dr. José Luis Meiszner, casa do Quilmes. No vídeo, é possível ver cerca de 15 torcedores do time anfitrião batendo em um jovem. O confronto entre os próprios torcedores do Quilmes ocorreu por disputa de poder da facção – Bustamante x Los Becerra, que dominam atualmente a torcida organizada.

De acordo com a imprensa argentina, ao menos dez pessoas ficaram feridas devido ao confronto, sendo que uma delas está em estado grave após ser esfaqueada. Até o comandante do policiamento do estádio foi ferido no braço.

Apesar de toda a confusão ter acontecido antes do apito inicial, o árbitro Andrés Merlos decidou que o jogo foi disputado. Em setembro do ano passado, um torcedor foi baleado em uma das entradas do estádio Dr. José Luis Meiszner pouco antes de uma partida do Quilmes.

Outra cena de selvageria foi registrada na Rússia, também nesta segunda-feira, após o líder Lokomotiv Moscou ter vencido o Krylya Sovetov Samara por 2 a 1. Torcedores do CSKA, que havia jogado no domingo e perdido para o Dínamo de Moscou (4 a 2), fizeram uma emboscada para os seguidores do Lokomotiv dentro de um trem.

Dezenas de torcedores do CSKA esperavam pelos “rivais” dentro de um vagão. Quando o trem chegou, começou a pancadaria, que foi registrada por uma câmera de telefone celular.

Veja o vídeo da briga no estádio argentino:

Assista à emboscada dos torcedores do CSKA:



Redação do Torcedores.com