Entrevista com Thyago Ribeiro, diretor do documentário “Ilimitado”; veja

Um pouco diferente da maioria das pessoas que começam a andar de skate como uma brincadeira, como um passatempo, Ruan Felipe, 18 anos, começou por uma questão de necessidade.

Com as duas pernas amputadas o jovem de Ribeirão Preto encontrou no skate um meio de se locomover, sair de casa, conhecer o mundo. É sobre a vida deste guerreiro o foco do documentário “Ilimitado”, do skatista e videomaker Thyago Ribeiro. Estudante do 5º semestre de Cinema, Thyago teve como um de seus trabalhos produzir um documentário. “Desde que comecei a estudar essa sempre foi minha intenção, juntar cinema e skate. E quando conheci o Ruan, percebi que a história dele merecia ser contada.” – disse Thyago, sobre como surgiu a idéia do “Ilimitado”.

O documentário mostra como a necessidade de um meio de locomoção abriu as portas para mundo muito maior através do skate. Ir até a escola, passear e se locomover já não eram mais desafios para Ruan, até que “ele descobriu que o skate voava”, como disse Fátima das Graças, a avó de Ruan, quando o jovem vislumbrou as possibilidades que o skate podia proporcionar eram muito maiores do que ser apenas um meio de transporte.

XGAMES.com.br entrevistou o diretor de “Ilimitado”, o skatista Thyago Ribeiro, para saber como foi todo o processo na idealização e realização deste documentário.

Como foi que você conheçeu o Ruan?

Conheci o Ruan durante o Circuito Paulista de Skate amador, na cidade de São João da Boa Vista – SP, onde eu acompanhava o circuito sendo juíz da competição e também produzindo videos do circuito para a Federação Paulista de Skate.

Captura de Tela 2014-03-01 às 18.04.02

De onde surgiu a idéia de produzir um documentário sobre a história dele?

Estou cursando o 5º semestre da faculdade de Cinema e durante as aulas de documentários, tinha como exercício produzir um documentário sobre qualquer assuntos. Desde que comecei a estudar essa sempre foi minha intenção, juntar cinema e skate. E quando conheci o Ruan, percebi que a história dele merecia ser contada, daí eu e mais 2 pessoas fomos até Ribeirão Preto e começamos todo o processo do documentário.

E como foi a reação da família do Ruan quando souberam que iriam participar de um documentário sobre o skatista da família?

O Ruan tem uma família espetacular, que deram e continuam dando todo incentivo que uma pessoa pode ter. Eles moram 12 pessoas em uma casa simples e sem nenhuma adaptação especial para o Ruan, eles o tratam como uma pessoa normal. Eles ficaram bem empolgados, nos receberam muito bem e com um belo almoço, foi muito bom conhecê-los e conhecer bem de perto a história deles.

Como foi a repercursão após sua divulgação do documentário?

Ainda está bem recente, mas com apenas 2 dias na net o documentário já tinha mais de 5 mil visualizações. Muita gente está elogiando a forma que a história foi contada e principalmente a lição de vida que ela nos transmite. Está com uma aceitação muito boa.

 

DOCUMENTÁRIO COM rUAN FELIPE – ILIMITADO:

 

Veja a entrevista completa na ESPN



Redação do Torcedores.com