Dono do UFC confirma que tomou decisão de tirar Belfort de luta por título

A princípio, quando foi anunciado que Vitor Belfort não lutaria contra Chris Weidman, em Las Vegas, por conta da proibição de TRT no estado de Nevada, os veículos de comunicação afirmavam que o Fenômeno havia desistido do duelo. No entanto, logo em seguida, o brasileiro declarou que, na verdade, havia sido afastado do combate pelo UFC. Agora, em entrevista ao site norte-americano “Yahoo Sports”, Lorenzo Fertitta, um dos donos do Ulitmate, confirmou que partiu da organização a iniciativa de tirar Beflort da luta pelo cinturão dos médios.

“Nós temos um evento para promover no dia 24 de maio. Chris vai defender o seu cinturão, e todos sabemos como esse negócio funciona. É necessário fechar os compromissos comerciais com dois ou três meses de antecedência. É preciso fazer todo o trabalho de arte, e Vitor, por conta da nova regra proibindo que os lutadores façam TRT no estado de Nevada, terá de deixar de submeter à TRT. E é isso o que ele fará. Mas não sabemos quanto tempo levará para ele conseguir a licença. Pode levar duas semanas ou dois meses, e não podemos deixar a empresa no limbo. Temos que promover essa luta, e a solução lógica foi tirar Vitor dela e deixá-lo seguir o seu processo de obter uma licença para lutar em Nevada. Quando ele estiver elegível para lutar, vamos voltar ao ponto onde paramos”, declarou Fertitta.

Leia a notícia completa do Yahoo:

 



Redação do Torcedores.com