Bernard vive um drama na Ucrânia: ‘Está nas mãos de Deus’

Para 18 dos 19 jogadores que Luiz Felipe Scolari convocou para o amistoso de quarta-feira, contra a África do Sul, a maior preocupação é sacramentar a vaga na Copa do Mundo.

A exceção é o meia-atacante Bernard, que vive um drama. Ele é o único jogador da seleção que atua na Ucrânia, país que passa por grave crise e com a ameaça de um confronto militar contra a gigante e poderosa Rússia.

E pior: o ex-jogador do Atlético-MG vive em Donetsk, cidade que está agora no epicentro do problema, já que lá a maioria da população tem origem russa. “As manifestações no centro da cidade, diante da prefeitura, já começaram”, disse Bernard, que já tem um plano de fuga.

“Meus pais e um primo moram comigo. Já falei com o embaixador do Brasil para que caso a situação piore eles e eu deixem a Ucrânia o mais rápido possível”, falou o meia-atacante, que cogita até não voltar para o país europeu depois do amistoso de quarta-feira em Johannesburgo. Isso se a situação se deteriorar ainda mais.

Veja a noticia completa na ESPN



Redação do Torcedores.com