Após vencer “Fedrinka”, Soares desafia retrospecto negativo contra gêmeos

No Masters 1000 de Indian Wells, Bruno Soares e Alexander Peya já eliminaram Andy Murray, Roger Federer e Stanislas Wawrinka (a dupla suíça é apelidada de “Fedrinka”). Se fosse na chave de simples, essa sequência fatalmente transformaria ambos nos favoritos ao título. Nas duplas, porém, eles não dividem o número 2 do ranking à toa: os líderes da lista são Bob e Mike Bryan, e é contra eles que Soares e Peya tentarão seu segundo título de Masters 1000 neste sábado.

O principal desafio será bater o retrospecto negativo contra os irmãos gêmeos, melhor dupla da história do tênis. Brasileiro e austríaco já entraram em quadra contra os americanos por sete vezes: perderam seis.

Quatro dessas partidas foram finais, e duas foram decisões de Masters 1000. Em ambas, os Bryans venceram – Madri e Paris. Os americanos também venceram em Queens, torneio ATP 250. Soares e Peya só conseguiram superar os rivais no ATP 500 de Valencia, em 2013, e mesmo assim com muita emoção e sofrimento: 13 a 11 no match tie-break.

Se mudarem a história e conseguirem a segunda vitória, Soares e Peya levantarão a segunda taça de Masters 1000 da carreira de ambos. A primeira veio em 2013, em Montreal.

Captura de Tela 2014-03-15 às 09.34.31

Veja a noticia completa no UOL



Redação do Torcedores.com