Acordo que impede escalação de Jadson contra o SP é apenas verbal

Flamengo

A última boa atuação de Jadson pelo Corinthians , nessa quarta-feira, na vitória por 4 a 0 sobre o Linense, com direito a dois golaços e uma assistência, suscitou a hipótese de oclube do Parque São Jorge fazer um sacrifício para utilizar o meio campista contra seu ex-clube, o São Paulo , neste domingo, pela antepenúltima rodada da primeira fase do Campeonato Paulista.

Pelo combinado entre os rivais, um valor teria que ser pago para que Jadson enfrentasse o Tricolor ou para que Alexandre Pato, enviado em troca para o Morumbi, jogasse contra o Alvinegro. No entanto, trata-se de um acordo verbal e não de uma cláusula firmada entre contrato.

Pato não pode disputar o Estadual por ter excedido o número máximo de partidas na competição, mas o Corinthians pode escalar Jadson, inclusive contra o São Paulo . Durante as negociações da troca entre Jadson e Pato, cartolas corintianos afirmavam que o acertado era que os atletas estariam liberados para enfrentar seus ex-times mediante o pagamento de R$ 1 milhão, valor que hoje não é confirmado pelos cartolas

Isso vale para Jadson até o final do ano e para Pato até o final de 2015, quando se encerra seu período de empréstimo no Tricolor. Jadson assinou em definitivo com o Corinthians .

A ausência do meio campista no clássico do final de semana, decisivo para as pretensões da sua equipe de se classificar às quartas de final do Paulistão – o São Paulo já está garantido – repercutiu logo ao fim da rodada dessa quarta-feira.

‘Infelizmente tem este acordo entre os clubes, e fico muito triste por não atuar, ainda mais agora que estou tendo uma sequência boa de jogos. Vou ficar torcendo muito, e o elenco tem totais condições de vencer’ afirmou Jadson na saída do Estádio Gilbertão, em Lins.

‘Um jogador como o Jadson é melhor não enfrentar. Ele é inteligente, um grande cara, tem visão de jogo como o Ganso tem. A ausência dele é benéfica para quem o enfrenta’, afirmou Rogério Ceni após a goleada do São Paulo sobre o Audax, 4 a 0, no Morumbi.

Fonte: ESPN



Redação do Torcedores.com