UFC no volei? Após discussão, técnico imobiliza jogador no chão; assista

O Sada Cruzeiro, que acaba de se consagrar campeão sul-americano, conseguiu mais um resultado expressivo nesta quarta-feira. Ao vencer o RJ Vôlei por 3 sets a 0 (22/20, 21/15 e 21/17), a equipe de Betim garantiu a melhor campanha da primeira fase da Superliga Masculina. Os cariocas também estão nos playoffs.

O clima esquentou no final da partida, no momento em que os jogadores se cumprimentavam após o jogo, o líbero Mário Junior, do time da casa, deu uma ombrada no cruzeirense Serginho. Ao ver seu atleta envolvido na confusão, o técnico da equipe mineira, Marcelo Mendez, tratou de imobilizar o seu jogador, aplicando-lhe uma “gravata” e imobilizando-o no chão na chamada posição de 100kg.

O intuito do treinador do Cruzeiro era que o seu atleta não revidasse a agressão. Após deixar o jogador sair da posição de imobilização, Mendez ordenou que Serginho fosse para o vestiário. O camisa 17 acatou as ordens do técnico e, já de cabeça fria, decidiu não ir para a briga.

“Não é legal o que aconteceu ali, a briga. Ainda mais que o Mário Júnior é da Seleção Brasileira e o treinador deles um cara tão respeitado. Ouvimos umas coisas chatas, que não precisavam ser ditas. Sabemos que eles estão atravessando um momento ruim, mas é um tipo de situação inadmissível no vôlei”, ponderou Filipe, do Sada Cruzeiro.

 Veja o video da briga:



Sou amante e estudioso de esportes! Nasci em São Paulo, estudei em Los Angeles, NY e fiz pós-graduação em Barcelona, sempre acompanhando de perto as competições esportivas pelo mundo.