Maradona atende pedido de Chávez e vai comentar a Copa no Brasil

Apesar dos planos de voltar a jogar profissionalmente aos 53 anos, Diego Armando Maradona revelou nesta segunda-feira que irá exercer a função de comentarista durante a Copa do Mundo de 2014. Durante o torneio no Brasil, o ídolo argentino vai exercer a função na cadeira venezuelana de TV Telesur.

“Chegou um momento emocionante da minha vida, que é poder assinar esse contrato que me liga aos venezuelanos, ao presidente (da Venezuela, Nicolás) Maduro e por tudo isso me sinto muito, muito amigo do comandante (Hugo) Chávez”, disse Maradona ao jornal argentino ‘Olé’.

“Estamos vendo todas as mentiras que estão criando os imperialistas. Estou disposto a ser um soldado da Venezuela para o que manda. Viva Chávez, Viva Maduro”, completou o eterno camisa dez, que atualmente é embaixador esportivo nos Emirados Árabes.

Treinador da Argentina no Mundial da África do Sul, em 2010, Maradona irá comentar pela terceira vez em uma Copa. A estreia foi em 1994 (Estados Unidos). Naquele edição do torneio, o ex-jogador analisou a partida dos ‘hermanos’ contra a Romênia porque ficou fora do confronto após ter sido pego no exame antidoping.

Quatro anos depois, na França, Maradona chegou a assinar com a América TV, mas desistiu da função às vésperas do torneio. O Pibe voltou aos microfones em 2006 (Alemanha), pela cadena Cuatro, da Espanha.

Veja o vídeo de Maradona falando sobre o acerto com a TV Telesur:



Redação do Torcedores.com