Justiça pode intimar Neymar para esclarecer ida ao Barça

Neymar

A cada dia que passa, a turbulenta novela referente à transferência de Neymar ao Barcelona ganha novos capítulos. Nesta quarta-feira, o jornal ‘Marca’ informa que a Justiça brasileira se juntou à espanhola para investigar se houve algum delito fiscal durante o processo da polêmica contratação do atacante. O alvo desta vez é a N&N Sports, empresa encabeçada pelo pai do jogador.

O Ministério Público Federal e a Receita Federal do Brasil pediram algumas informações à Justiça do país ibérico para comprovar se Neymar pai cumpriu todos os pagamentos pertinentes à negociação. De acordo com o diário madrileno, as autoridades brasileiras devem receber a documentação nesta semana ou na próxima. Neymar e seu pai podem ser chamados para prestar esclarecimentos após a segunda quinzena de março.

Neymar brinca com Messi durante o treino do Barça desta quarta-feira
Neymar brinca com Messi durante o treino do Barça desta quarta-feira

Na última segunda-feira, a contratação do atacante se tornou a mais cara da história. Após pagar à receita espanhola mais 13,5 milhões de euros (cerca de R$ 43,4 milhões), o Barcelona elevou o preço do camisa 11 de 86,2 milhões de euros (R$ 276,6 mi) para 99,7 milhões de euros (R$ 320 milhões).

Desta forma, a transferência do ex-santista para o time catalão ultrapassou os 94 milhões de euros que o Real Madrid desembolsou em 2009 para tirar Cristiano Ronaldo do Manchester United, assim como os 91 milhões de euros que os merengues pagaram ao Tottenham para ter o galês Gareth Bale.

Entenda o caso:

Inicialmente, o Barça havia anunciado que tinha pago 57,1 milhões de euros (R$ 183,3 mi) para tirar o jogador do Santos, em junho do ano passado. Após denúncias de irregularidade na negociação, no entanto, a Justiça da Espanha abriu um inquérito acusando o clube catalão de não ter recolhido os impostos devidos. Para evitar um grande problema no futuro, a diretoria do Barça então efetuou um pagamento de 13,5 milhões de euros para sanar a pendência.

O jornal ‘Marca’ também afirma que o clube pagou 7,9 milhões de euros (R$ 25,3 mi) ao Santos para ter a preferência na contratação de outras três revelações do Peixe: Gabriel, Giva e Victor Andrade. Se Neymar ficar entre os finalistas para a Bola de Ouro da Fifa – prêmio entregue ao melhor jogador do mundo a cada temporada -, serão mais 2 milhões de euros (R$ 6,4 mi) de bonificação ao atacante brasileiro, além de outros 4,5 milhões de euros (R$ 14,4 mi) de multa caso não seja realizado o segundo amistoso contra o Peixe.

O Barcelona ainda corre o risco de receber uma pesada multa da Fazenda Pública espanhola, que pode variar de 5,5 milhões a 300 milhões de euros (R$ 968 mi). Se o valor mínimo for estipulado, a conta será fechada em 111 milhões de euros (R$ 356 mi).



Redação do Torcedores.com