Ganso sai do banco e ajuda o São Paulo a ganhar do XV de Piracicaba

Restam 133 jogos para Muricy Ramalho superar Vicente Feola e se tornar o técnico que mais dirigiu o São Paulo. Falta muita qualidade no futebol do Tricolor para o pupilo de Telê Santana fazer a torcida voltar a sonhar com grandes conquistas. Na noite em que o treinador completou 400 partidas pelo clube, o time teve uma apresentação muito abaixo da média no Barão de Serra Negra, nesta quarta-feira, mas conseguiu vencer o XV de Piracicaba por 3 a 1, de virada.

O passe decisivo para a conquista dos três pontos saiu dos pés de Paulo Henrique Ganso, que, pelo segundo jogo seguido, começou no banco de reservas. Ele entrou no segundo tempo e serviu Luis Fabiano, que colocou a bola na rede na primeira chance que teve de frente para o gol, apenas aos 23 minutos do segundo tempo. Ganso ainda serviu Fabuloso para sofrer pênalti e Pabon fazer o terceiro.

FICHA TÉCNICA:

XV DE PIRACICABA: Mateus; Vinicius Bovi, Leonardo Luiz, Pitty e Aelson; Alan Bahia, Rodrigo, Danilinho e Gilsinho (Jean Carioca); Jonathan Cafú e Júnior Barros (Adilson). Técnico: Edison Só.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Luis Ricardo, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Alvaro Pereira; Souza, Maicon e Pabon (Wellington); Luis Ricardo (Ganso), Osvaldo (Ademilson) e Luis Fabiano. Técnico: Muricy Ramalho.

Local: Barão de Serra Negra, Piracicaba (SP)
Árbitro: Norberto Luciano Santos
Assistentes: Daniel Luis Marques e Luis Alexandre Nilsen
Renda/Público: 8.130 torcedores
Cartão amarelo: Vinicius Bovi e Pitty (XVP)
Gols: Cafu, aos 2min; Luis Ricardo, aos 12min do primeiro tempo; Luis Fabiano, aos 23min e Pabon, aos 41min do segundo tempo

Leia a notícia completa do LanceNET!



Redação do Torcedores.com