Ronaldinho Gaúcho esquece de tudo o que o Galo fez por ele

Não botei muita fé quando Ronaldinho Gaúcho chegou no Galo após sair por baixo no Flamengo. Achei que seria só mais um ex-jogador em atividade, como dizem por aí, vestindo a camisa do meu time. Me enganei. Ronaldinho comeu a bola no Atlético e conseguiu conquistar a torcida. Foi campeão da Libertadores e honrou a camisa do time.

Agora, depois de um ano sensacional no meu Galo, parece que ele quer ir embora. Na verdade, acho que é seu irmão, Assis, que mais uma vez está disposto a fazer um leilão com o meia. Assis já fez isso no passado e deixou dirigentes do Grêmio e Palmeiras irados quando o Gaúcho acertou com o Fla.

Como torcedor, fiquei p*** da vida ao saber que o Palmeiras novamente está interessado no jogador. Na verdade o problema não é nem o Verdão, mas a falta de compromisso de Ronaldinho com o clube e a torcida que o elevaram novamente ao status de craque.

Claro que muito do sucesso dependeu dele, mas a verdade é que ele foi muito bem recebido em Minas. A torcida do Galo desde o começo aceitou Ronaldinho como ídolo e deu o carinho que ele precisava para voltar a brilhar.

O contrato de Ronaldinho com o Galo acabou na terça-feira, dia 31, e ele está novamente disponível no mercado. O Palmeiras quer montar um plano de marketing e pretende conseguir parceiros para contar com o craque no ano de seu centenário.

O Galo também já procurou o jogador para tentar uma renovação, mas parece que Assis está interessado em ouvir outras propostas. Tenho a impressão de que esse cara vai onde o dinheiro está e, na minha opinião, às vezes não pensa no que seria melhor para o irmão.

É uma pena. O Galo vai sentir muita falta de Ronaldinho. E quero acreditar que ele também sentirá saudades de nós. A você, torcedor do próximo clube de Ronaldinho, fica o aviso: ele vai fazer com você o mesmo que fez com todos os clubes pelos quais passou depois de jogar no Barcelona. Vai chegar com festa, vai jogar um futebol satisfatório, às vezes será genial, e irá embora sem nem ao menos dizer tchau. Infelizmente.



Torcedor do GALO MINEIRO com muito orgulho!