Escândalo no Barcelona e suposta traição viram pesadelo para Neymar

Neymar é um dos melhores jogadores do mundo, mas teve uma semana difícil na Espanha. Talvez a mais complicada desde que ele foi contratado pelo Barça, no meio do ano passado. Os valores da negociação, aliás, foram um dos dois problemas de Neymar na semana que passou.

O cartola responsável pela chegada do craque ao clube catalão, Sandro Rosell, renunciou ao cargo de presidente do Barcelona na quinta, em decorrência da confusão que se formou em torno do valor da transação. O caso parou a Espanha e foi apelidado de ‘Neymargate’ no país. Rosell se defendeu das acusações, mas o mal-estar em torno da imagem de Neymar na Espanha ficará na história do Barcelona.

O dirigente explicou sua decisão:

“Esta época de êxito teve também momentos sofridos. Ser presidente significa colocar em risco a minha própria família. Nos últimos tempos, abriram um processo contra mim por apropriação indevida e acusam que a contratação de Neymar foi irregular. Tenho que ser compatível com a defesa do clube. A confidencialidade é essencial no mundo do futebol, caso contrário pode prejudicar o clube.”

Quando o Barça confirmou a contratação de Neymar no ano passado, Rosell anunciou que o brasileiro havia custado 57,1 milhões de euros (cerca de R$184 milhões) aos cofres do clube. Porém, uma denúncia apresentada por um sócio do Barcelona apontou que o valor real seria de 95 milhões de euros (cerca de 307 milhões). O cartola teria feito uma megaoperação para distribuir esse dinheiro: 8,5 milhões de euros teriam ido para o pai de Neymar; 7,9 milhões para reservar eventuais promessas que surgissem no Santos e mais 9 milhões de euros para jogar um amistoso contra o clube.

Além disso, 2,5 milhões de euros foram pagos em comissões para a realização de projetos sociais em favelas. Outros 2 milhões seriam usados para buscar novos craques no Brasil e 4 milhões de euros para atrair investidores brasileiros. Desse valor, outros 5% de comissão ao pai de Neymar.

Enfim, uma baita confusão que culminou com a renúncia do presidente.

Como se não bastasse tudo isso, o craque brasileiro ainda foi criticado por meios de comunicação espanhóis por ter publicado uma foto em uma rede social sorrindo, justamente no momento da renúncia do presidente.

Mas não foi só.

Como parece que a vida pessoal de Neymar sempre está em primeiro plano, nessa semana foi divulgada uma notícia de que o filho de Bebeto, Matheus, estaria traindo o amigo com a ex de Neymar, Bruna Marquezine.

Matheus e Bruna desmentiram o boato, é claro. E tudo não deve ter passado de mais uma invenção da imprensa, mas esse tipo de coisa serviu para transformar a semana de Neymar, que já não estava boa, em um verdadeiro pesadelo.

Vale lembrar que esse turbilhão de acontecimentos ocorreram pouco tempo depois da lesão que afastou o craque do futebol por 3 semanas.

E você, acha que esses tipos de preocupação e desgaste podem atrapalhar o rendimento de Neymar em campo?



Redação do Torcedores.com