Ídolo do Milan detona ex de Pato: “Futebol não é lugar de mulher”

Nos campos, Gattuso era sinônimo de raça e dedicação. Um dos maiores ídolos da história do Milan, o ex-volante mostrou que manteve a personalidade forte. Ele criticou duramente a ex-namorada de Pato, Barbara Berlusconi.

Gattuso ficou revoltado ao saber da saída de Adriano Galliani da diretoria do clube e soltou o verbo. Galliani resolveu se demitir depois de 27 anos no Milan depois que a filha de Silvio Berlusconi, presidente do Milan, criticou as escolhas feitas por ele para esta temporada.

“Não deveria dizer isto, mas penso que não há espaço para as mulheres no futebol. O Galliani é uma pessoa que merece respeito por tudo o que fez e por ter encaminhado o clube para resultados positivos durante muitos anos”, disse o Gattuso em entrevista à “Radio Radio”, da Itália.

Dias depois de ter pedido demissão, Galliani se reuniu com Silvio Berlusconi e acertou que não sairá imediatamente. Se Barbara voltar a se intrometer nos assuntos da equipe, porém, o cartola deve mesmo encerrar a carreira no Milan.

Vencedor da Copa do Mundo de 2006, Gattuso se aposentou na última temporada com o Sion, da Suíça. Ele teve uma passagem como jogador-treinador, mas foi demitido de suas funções de técnico depois de apenas 11 jogos.



Redação do Torcedores.com