Guardiola chora com drama sofrido por revelação do Bayern

Jovem revelação do Bayern de Munique, Pierre-Emile Höjbjerg não esconde a sua admiração por Pep Guardiola. Em entrevista ao jornal “Bild”, o atacante disse que recebeu grande apoio do treinador, quando descobriu que seu pai estava com câncer em estado avançado.

O grande apoio do comandante veio em um dia de treino. Muito chateado com a saúde do pai, Höjbjerg chegou ao CT aos prantos, mas foi consolado pelo ex-jogador espanhol, que também não conseguiu conter o choro.

– Os médicos nos disseram em agosto que meu pai tinha câncer e não teria muito tempo de vida. Cheguei ao treino e não conseguia parar de chorar. O Guardiola veio me perguntar o que havia acontecido, e lhe respondi: “Posso ficar sem meu pai, tenho 18 anos, estou sozinho na Alemanha. O que vou fazer?”. Ele começou a chorar também, sem poder articular palavras. No fim, me garantiu que tanto ele quanto o clube me apoiariam.

Com o apoio de Guardiola e da direção do atual campeão europeu, o pai do atacante de 18 anos deixou a Dinamarca e foi para a Alemanha, país em que a medicina está em um grau avançado de qualidade. E, ao contrário do diagnóstico inicial, os médicos alemães acreditam na recuperação do familiar de Höjbjerg.

– Os médicos alemães nos disseram que as possibilidades de que meu pai sobreviva são reais.

Nascido em meados de 1995, Pierre-Emile Höjbjerg é jogador do Bayern de Munique desde 2012. Na atual temporada, o atacante esteve presente em duas partidas, ainda não conseguiu balançar as redes adversárias.



Paulistano e apaixonado por esportes