Conmebol divulga estádios aptos para a final da Libertadores

Taça da Libertadores (Foto: Reprodução)

A Conmebol divulgou a lista de estádio previamente aprovados para receber uma eventual final da Taça Libertadores de 2014. Assim como aconteceu nos últimos anos, o limite mínimo de capacidade foi estabelecido em 40 mil lugares. Como consequência, 16 dos 38 times classificados para disputar o torneio não tiveram seus estádios liberados para receber a final, incluindo as três equipes mexicanas, que precisam de uma autorização especial da entidade para liberar seus estádios caso cheguem à decisão. O limite para a primeira fase e a fase de grupos a capacidade mínima é de dez mil espectadores, e das oitavas de final até as semifinais é de 20 mil espectadores.

Ao todo são 17 locais liberados, e entre os brasileiros estão a Arena do Grêmio, o Maracanã (Botafogo e Flamengo) e o Mineirão (Atlético-MG e Cruzeiro). O Independência, usado pelo Atlético-MG, a Arena da Baixada, casa do do Atlético-PR que está em obras, e o Durival Britto, onde o Furacão vem mandando seus jogos, não estão liberados. Na última edição, o Galo foi proibido de jogar a decisão no Horto e precisou fazer a última partida em casa, contra o Olimpia, no Mineirão.

Há, no entanto, espaço para que novos palcos possam ser incluídos. No mesmo documento, a Conmebol ressalta que “os estádios que não figuram na tabela anterior (com os 17 estádios) mas que tenham sido sedes de jogos de Eliminatórias da Copa do Mundo da Fifa, Campeonatos Mundiais e Campeonatos Continentais (Copa América) poderão ser utilizados nas Finais da Copa Bridgestone Libertadores, com prévia autorização do Comitê Executivo da Conmebol”.

Todas as questões vinculadas à Segurança do jogo, dos espectadores e protagonistas (jogadores, árbitros, delegados, dirigentes e representantes dos patrocinadores) serão responsabilidade do clube que atue como local, podendo a CONMEBOL, através dos canais que considere necessário e de seus oficiais, exercer o controle geral de todas as questões inerentes à organização dos jogos (segurança, entradas, imprensa, acreditações, etc.).

A Conmebol também divulgou o regulamento da competição que conterá com 6 times brasileiro, Atlético Mineiro, campeão da Taça Libertadores 2013, Flamengo, campeão da Copa do Brasil 2013, Cruzeiro, campeão do Brasileirão Série A 2013, Grêmio, 2° lugar do Brasileirão Série A 2013, só Atlético Paranaense e Botafogo disputa a fase de grupos, pois ficaram em 3° e 4° lugar do Brasileirão Série A.

Quem chegar e ganhar a final da Taça Libertadores garante lugar no Mundial de Clubes no Marrocos

Confira a lista de estádios liberados:

Argentina
Estádio José Amalfitani (Buenos Aires)
Estádio Marcelo Bielsa (Rosario)
Estádio Pedro Bidegain (Buenos Aires)

Bolívia
Estádio Hernando Siles (La Paz)

Brasil
Arena do Grêmio (Porto Alegre)
Mineirão (Belo Horizonte)
Maracanã (Rio de Janeiro)

Chile
Estádio Nacional Julio Martínez Pradanos (Santiago)

Colômbia
Estádio Atanasio Girardot (Medellín)
Estádio Pascual Guerrero (Cáli)
Estádio Nemesio Camacho ‘El Campín’ (Bogotá)

Equador
Estádio Liga Deportiva Universitaria ‘LDU’ (Quito)
Estádio Monumental Isidro Carbo (Guayaquil)

Paraguai 
Estádio Defensores del Chacho (Assunção)

Peru
Estádio Universitario de Deportes ‘Monumental’ (Lima)

Uruguai
Estádio Centenário (Montevidéu)

Venezuela
Está Olímpico Joe Antonio Anzoategui (Puerto La Cruz)



Colaborador especial do futebol mineiro no Torcedores.com.