Badalado no Brasil, Walter diz que não vai para o Corinthians

Principal jogador do Goiás na campanha vitoriosa no Campeonato Brasileiro, Walter resolveu se retratar sobre as colocações polêmicas após a derrota para o Grêmio, por 1 a 0, no último domingo (1º), na Arena Grêmio.

Naquela oportunidade, o jogador foi questionado sobre possível interesse do Corinthians. De forma enfática, o artilheiro do Goiás na competição disse que seria um prazer defender o atual campeão mundial.

Já nesta quarta-feira (4), três dias após a polêmica, o atacante resolveu se pronunciar novamente sobre o assunto. Em entrevista à “PUC TV”, Walter voltou a elogiar o Timão, citou a chateação dos torcedores goianos e, com o intuito de por um ponto final no assunto, disse que não jogaria em um clube de São Paulo.

– Imaginem só ser procurado pelo Corinthians. Só um boato já me deixa muito feliz, porque considero o principal time do Brasil. Muitos torcedores do Goiás ficaram chateados com a declaração, mas fiquei feliz mesmo. É o reconhecimento de um trabalho. Quem não gosta de ser reconhecido? Mas sempre deixei claro que minha vontade é continuar no Goiás, nunca neguei isso. Não vou para o Corinthians, não consigo me acostumar em cidade com muito trânsito. Consegui viver em Porto Alegre, no Porto e aqui, mas São Paulo é muito grande. Podem ter certeza que eu não vou para lá.

Agora, as atenções do atleta estão voltadas para a última rodada do Brasileirão. No domingo (8), a equipe comandada por Enderson Moreira enfrenta o Santos, às 17h, no Serra Dourada. Para garantir uma vaga na pré-Libertadores, o Goiás precisa vencer ou torcer por um tropeço de Botafogo e Vitória, que enfrentam Criciúma e Atlético Mineiro, respectivamente.



Paulistano e apaixonado por esportes