Massa explica ida para Williams: “Não vou bancar a prostituta”

No próximo domingo, Felipe Massa disputará sua última prova com o macacão da Ferrari. Para aumentar a emoção, a despedida do piloto brasileiro acontecerá justamente no GP de Interlagos, em São Paulo, onde ganhou com a escuderia italiana em 2006 e 2008.

A partir da próxima temporada, Massa vai defender a Williams, com quem fechou um acordo de três anos e foi muito elogiado pelos diretores da equipe britânica.

Para o brasileiro, o mais importante do acordo com a nova equipe é que ele não precisou levar um patrocínio para fechar a contratação.

“Por tudo o que eu passei, tudo o que eu conquistei, não faz sentido pagar para correr. Nem queria usar essa palavra, nem é o caso, mas não vou bancar a “prostituta”. As equipes com quem negociei não colocaram isso [dinheiro] como condição, e eu consegui um ótimo contrato”, afirmou.



Queria ser atleta, não rolou, então virei palpiteira!